Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BES quer, a médio prazo, entregar 40% dos lucros aos accionistas

Banco deixou de pagar dividendos aos investidores em 2011. No prospecto do aumento de capital admite voltar a remunerá-los com uma "fatia" de 40% dos resultados líquidos que obtiver, potencialmente em 2015.

Paulo Moutinho 20 de Maio de 2014 às 22:12
  • Partilhar artigo
  • 23
  • ...

O BES admite voltar a pagar dividendos aos investidores. Depois de tal como outros bancos portugueses deixado de distribuir resultados há alguns anos, a instituição liderada por Ricardo Salgado refere no prospecto do aumento de capital de 1.045 milhões de euros que está a realizar que pode, a médio prazo, voltar a remunerar os accionistas.

 

"Apesar do BES não ter uma política de dividendos definida, o Conselho de Administração propõe à Assembleia Geral a distribuição de dividendos, obedecendo a critérios de equilíbrio entre a solidez financeira e uma adequada remuneração dos accionistas", lê-se no prospecto do aumento de capital.

 

O banco acrescenta que "espera, no médio prazo, atingir resultados positivos e distribuir dividendos correspondentes a um 'pay out' [percentagem dos dividendos em função dos lucros] que tendencialmente deverá convergir para 40%, em linha com as últimas distribuições efectuadas". A última vez que pagou foi em 2011.

 

O BES explica no prospecto da operação de recapitalização de 1.045 milhões de euros, que as "novas acções a emitir no âmbito da presente oferta atribuem aos respectivos titulares o direito a receber dividendos que possam eventualmente ser aprovados a partir do exercício que terminará a 31 de Dezembro de 2014".

Ver comentários
Saber mais BES
Outras Notícias