Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CMVM alerta que jovens com milhares de seguidores não têm autorização para intermediação financeira

O regulador do mercado alertou para a atuação de dois jovens com milhares de seguidores no Intagram e as suas equipas que fazem aconselhamento de investimentos, uma vez que não têm autorização para fazer intermediação financeira. Em ambos os casos é cobrado dinheiro pelas dicas e formações principalmente na área do Forex.

Na sua conta no Instagram, David Soares publica fotos dos cursos e de automóveis de luxo
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 26 de Março de 2021 às 12:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
David Soares, que na sua conta de Instagram com mais de 200 mil seguidores exibe uma vida luxuosa aludindo ao seu sucesso enquanto investidor, está a ser citado num alerta da CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) uma vez que não está registado, nem tem autorização para fazer intermediação financeira, apesar de o fazer.

No comunicado hoje divulgado, o regulador do mercado nacional dá conta que os sites em que este jovem aconselha outros a investirem em bolsa, principalmente no Forex - mercado financeiro descentralizado destinado a transações de câmbio - como os da Global Youth Trading e da We Vesting, as páginas do Instagram pessoal e da We Vesting e a sociedade Juventude Global "não estarem autorizados nem registados junto da CMVM para o exercício de qualquer atividade de intermediação financeira em Portugal", conforme o exigido pela lei.

"A CMVM adverte também que as referidas entidades não se encontram legalmente habilitadas para realizar publicidade ou prospeção de clientes dirigidas à celebração de contratos de intermediação financeira", continua o regulador, no alerta emitido.

Apesar disso, a empresa cobra dinheiro aos clientes para dar aconselhamento na área. De acordo com o site, os preços do aconselhamento variam entre 29,90 euros por mês, num plano que pode ser renovado a cada 30 dias, ou 24,90 euros por mês, caso se opte pelo plano anual. Ambos os planos dão acesso a análises semanais e diárias e a formações na área do mercado cambial.


No site da We Vesting, pode ler-se que a empresa foi fundada em 2018, mas que conta "com uma equipa de analistas com vários anos de experiência no mercado cambial". Entre a equipa está David Soares, que se assume como CEO, Johnny Drumms (COO), João Rosa (Gestor Operacional e Financeiro), Hugo O'Neill (Analista de Mercado) e Tomás Neves (Editor & Copywriter).

Apesar de afirmarem que são uma empresa com largos anos de experiência, não são mencionadas quaisquer profissões anteriores ou estudos na área dos mercados financeiros no site. 

No LinkedIn de cada um dos membros da equipa, apenas Hugo O'Neill menciona um passado relacionado com os mercados financeiros, com o Forex em destaque, assumindo-se como co-fundador da Trading Wizard, em 2015, marca especializada na prestação de serviços de research financeiro com sede em Lisboa, mas que também não está registada junto da CMVM para serviços de intermediação financeira. Antes disso, foi, durante nove anos, "trader" em nome individual, em Londres. João Rosa tem formação em Gestão e Finanças, de acordo com esta rede social.

David Soares, líder da equipa e antigo estudante de Direito na Universidade Nova de Lisboa, tem no seu passado profissional, antes da We Vesting, um estágio num escritório de advocacia. Johnny Drumms, antes de ser diretor de operações desta empresa de intermediação financeira, e gestor de Marketing da Global Youth Trading - também visada na CMVM -, teve experiência de um mês enquanto fotógrafo assistente da Vogue e durante quase dois anos foi supervisor de uma loja em Southampton, Inglaterra. 

O Instagram como local de encontro e promoção do luxo
Para além de David Soares, o regulador nacional emitiu um novo comunicado que citava um outro jovem que se pode encontrar no Instagram com o nome James Trading Bar, onde partilha, tal como o colega da área do Forex, fotos de carros luxuosos, quartos de hotel e gráficos relativos ao mercado cambial. É também a partir desta rede que James, com quase 80 mil seguidores, pede para ser contactado pelos interessados em ingressar no seu grupo. 

As suas publicações, regra geral, são seguidas de uma frase inspiracional, como "sê mais forte do que a tua melhor desculpa", usada como descrição para uma das mais recentes fotos, numa tentativa de persuadir os seus seguidores a seguirem as suas pisadas. Esta descrição em particular, que o próprio assume ser dele com uma assinatura da publicação, pode ser encontrada em vários sites que geram frases e dizeres semelhantes, muitas vezes sem referência ao seu real autor, como o www.mensagens10.com.br/


No alerta da CMVM, pode ler-se que "a entidade Trading Jar", uma marca criada pelo próprio que conta já com dois sites, o www.tradingjar.com (entretanto eliminado) e https://www.tradesjar.com, bem como as páginas no Facebook, no Instagram e no Twitter, "não está autorizada nem registada junto da CMVM para o exercício de qualquer atividade de intermediação financeira em Portugal", tal como David Soares e a We Vesting. 

No caso de James Trading Bar, o negócio é ligeiramente diferente. Em vez de cobrar dinheiro por cursos ou para aceder às suas dicas, fica com 5% do lucro de todos os membros dos seus grupos de aconselhamento. Para entrar neste grupo é necessário criar uma conta na corretora BDSwiss - sobre a qual a CMVM emitiu um alerta hoje a dizer que também não tinha autorização para atuar enquanto intermediário financeiro - e fazer um depósito mínimo de 350 euros, como se pode ler na explicação "passo a passo" disponível no site, onde também garante uma taxa de sucesso de 75%. 

Nesta mesma página, James Trading Bar garante que "praticamente, não há limites quando falamos sobre ganhar dinheiro com o Forex. Tudo depende da forma como irás tomar as tuas decisões de trading e o tipo de gestão de risco de usas. O céu é o limite!".  

Através do seu Instagram, David Soares diz que "oferece carros às pessoas" na sua descrição, usando esta rede social para partilhar uma vida de luxo, com muitos carros que podem custar milhares de euros, ligando este estilo de vida ao seu sucesso enquanto investidor. 

Numa das publicações, o jovem gaba o sucesso que os cursos da We Venting estão a ter, como lançamento de um curso digital sobre Forex que a empresa está a realizar. "Para celebrar o sucesso" destes cursos, David Soares promete que vai oferecer cinco carros da marca Smart a cinco pessoas que se inscrevam no próximo curso que a empresa vai abrir. 


A CMVM, que tem feito inúmeros alertas deste tipo ao longo dos últimos meses, afirma que "para assegurar que uma determinada entidade que oferece serviços de investimento em instrumentos financeiros está autorizada a exercer atividade em Portugal deve consultar a lista de intermediários financeiros autorizados (através deste link) ou a lista de entidades habilitadas a prestar serviços financeiros em Portugal em regime de Livre Prestação de Serviços (LPS) (através deste link)".

"Todas as pessoas e entidades que tiverem estabelecido qualquer relação comercial com a entidade acima identificada, poderão contactar a CMVM através dos Contactos Gerais, por contacto telefónico 213177000 ou por e-mail para cmvm@cmvm.pt ou, ainda, através do Apoio ao Investidor, por contacto telefónico 800 205 339 (linha verde), ou por e-mail para cmvm@cmvm.pt", avisa o regulador.

(Notícia atualizada às 17:06 com informações relativas a James Trading Jar, após ter sido também citado pela CMVM)

Ver comentários
Saber mais CMVM João Rosa We Vesting Portugal Forex Comissão do Mercado de Valores Mobiliários David Soares Instagram Johnny Drumms economia negócios e finanças economia (geral) Informação sobre empresas
Outras Notícias