Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

eBay passa a vender NFT na sua plataforma e planeia aceitar criptomoedas como pagamento

A plataforma de comércio online está a aceitar vender estes itens digitais não fungíveis e equaciona abrir a porta às criptomoedas como forma de pagamento no futuro.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 12 de Maio de 2021 às 12:12
  • Partilhar artigo
  • ...
O eBay, uma das maiores empresas de comércio online do mundo, vai passar a aceitar a comercialização de "non-fungible tokens" (NFT) na sua plataforma, e está a equacionar aceitar criptomoedas como forma de pagamento no futuro, de acordo com um comunicado do seu vice-presidente, Jordan Sweetnam. 

Assim, a plataforma vai colocar estes itens digitais à venda ao lado dos restantes ativos físicos que já dispunha mas, para já, apenas aceita vender estes ativos não fungíveis através de cartões de crédito ou de uma conta Paypal. No início deste mês, o CEO Jamie Iannone, revelou à CNBC a vontade que a empresa tinha em aceitar moedas digitais como forma de pagamento, juntando-se assim a um lote ainda restrito de companhias que o fazem, como a Tesla ou a Paypal. 

Por enquanto, 
o eBay apenas permite a venda de NFT em algumas categorias, como cartas colecionáveis, música, entretenimento e arte. A empresa afirma, porém, que espera expandir as suas políticas no futuro para permitir mais categorias, segundo o comunicado.

No mesmo documento, o eBay refere que está a desenhar futuras atualizações para permitir "artigos colecionáveis que circulem na rede 'blockchain'", mas sem dar mais pormenores. 


Um "token" não fungível (NFT) é um tipo de "token" criptográfico numa "blockchain", que representa um ativo exclusivo. Podem ser ativos totalmente digitais ou versões tokenizadas de ativos do mundo real. Como os NFTs não são intercambiáveis entre si, eles podem funcionar como prova de autenticidade e de propriedade no âmbito digital.

Na arte, no desporto, na moda e nos videojogos, o dinheiro que tem estado associado à venda de "non-fungible tokens" ou ativos não fungíveis (NFT) está a ser a principal fonte de atração, com os vários protagonistas a olharem para este tipo de ativo digital como uma forma de fazer exponenciar o valor da sua criação.

Os "non-fungible tokens" tentam criar uma raridade em torno de um objeto digital, numa altura em que tudo o que está na internet é passível de ser copiado. No fundo, uma transposição do que acontece com outras obras de arte ou cromos de jogadores raros – por exemplo, a carta do basebolista Mickey Mantle, de 1952, foi vendida por 5,2 milhões de dólares em janeiro deste ano.

Ver comentários
Saber mais NFT Jordan Sweetnam Paypal artes cultura e entretenimento ciência e tecnologia economia negócios e finanças Internet Informação sobre empresas economia (geral)
Outras Notícias