Petróleo Petrolífera saudita Aramco confirma que está a estudar possível IPO

Petrolífera saudita Aramco confirma que está a estudar possível IPO

A petrolífera saudita Aramco confirma que está a estudar a possibilidade de lançar um IPO. A garantia surge depois do príncipe Mohammed bin Salman ter dado uma entrevista onde revelou que esta operação estava a ser ponderada.
Petrolífera saudita Aramco confirma que está a estudar possível IPO
Ana Laranjeiro 08 de janeiro de 2016 às 12:38

A petrolífera saudita Aramco é considerada a maior produtora de petróleo do mundo, de acordo com a Bloomberg. É uma empresa pública da Arábia Saudita. Mas num futuro, talvez não muito longínquo, pode deixar de o ser. A empresa saudita já confirmou que está a estudar várias opções para o futuro da empresa, incluindo uma oferta pública inicial (IPO, na sigla inglesa), de acordo com vários órgãos de comunicação internacionais.

O comunicado da empresa petrolífera, citado pelo Financial Times (FT), esclarece que a companhia está a estudar a possibilidade de colocar no mercado "uma percentagem apropriada" das suas acções e ou colocar no mercado partes das suas subsidiárias.

"Uma vez concluído o estudo destas várias opções, as conclusões vão ser apresentadas ao conselho de administração da empresa que vai fazer recomendações ao conselho superior da Aramco", pode ler-se no comunicado da empresa saudita, citado pelo jornal inglês.

No documento é revelado ainda que estas propostas são "consistentes com a direcção ampla e progressiva perseguida pela Reino para reformas, que incluem a privatização de vários sectores da economia saudita e a desregulamentação do mercado".

"A saudita Aramco gostaria ainda de enfatizar que este processo vai fortalecer o foco da empresa na visão de longo prazo que pretende que [a companhia] seja líder [nas áreas] da energia e da química. Isto inclui uma gestão prudente dos recursos em hidrocarbonetos do Reino, acrescentando valor na cadeia de valor", satisfazer de forma confiável as exigências dos consumidores e ir ao encontro dos compromissos assumidos com os accionistas e com o ambiente, esclarece ainda a empresa.

A confirmação da empresa surge um dia após o príncipe Mohammed bin Salman ter dado uma entrevista à revista Economist onde revelou que a Arábia Saudita está a considerar um IPO da petrolífera, uma operação que está a ser ponderada no âmbito de um pacote de reformas económicas mais alargado.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI