Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abertura dos mercados: Euro em alta e petróleo em queda ligeira

Os mercados europeus arrancaram a última sessão da semana sem uma tendência definida, numa altura em que a situação da Grécia continua a captar a atenção dos investidores. O euro está a ganhar terreno face ao dólar e os preços do petróleo estão a registar uma queda ligeira.

Reuters
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 22 de Maio de 2015 às 08:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os mercados em números

PSI-20 soma 0,19% para os 6.115,29 pontos

Stoxx 600 cede 0,11% para os 407,41 pontos

Nikkei subiu 0,30% para 20.264.41 pontos; Topix valorizou 0,06% para 1.647,85 pontos

"Yield" da dívida portuguesa a 10 anos cai 3,2 pontos para 2,369%

Euro sobe 0,37% para 1,1153 dólares

Petróleo em Londres cede 0,05% para 66,51 dólares por barril

 

Bolsas europeias atentas à Alemanha e Grécia

As bolsas europeias estão a negociar sem uma tendência definida. O Stoxx 600, índice de referência, cede 0,11%. Os principais índices espanhol, alemão e italiano registam desvalorizações ligeiras, inferiores a 0,10%. Já Londres, Paris, Amesterdão e Lisboa estão do lado dos ganhos, registando valorizações que não ultrapassam os 0,25%. O PSI-20 soma 0,19%, impulsionado pela Galp Energia, BCP e BPI.

 

Os investidores estão atentos ao PIB da Alemanha, cujos dados do primeiro trimestre foram já confirmados. A economia germânica cresceu 0,3% no primeiro trimestre do ano, com o investimento privado e o consumo a sustentarem a expansão. 

 

Além disso, a Grécia continua a marcar a agenda dos investidores. Esta quinta-feira, 21 de Maio, Tsipras, Merkel e Hollande estiveram reunidos mais de duas horas, "num ambiente amigável e construtivo", mas sem que este encontro tenha resultado em qualquer acordo. Atenas diz que há condições para progredir e que "nos próximos 10 dias" um acordo deverá ser selado.

 

Juros da dívida continuam a recuar

Tal como ao início da manhã de ontem, esta sexta-feira os juros da dívida pública no mercado secundário estão a cair. A 10 anos, a taxa de referência, as "yields" cedem 3,2 pontos base para 2,369%.

 

Euro sobe e continua a negociar acima de 1,11 dólares

O euro está a subir face ao dólar nesta sexta-feira. A moeda europeia avança 0,37% para 1,1153 dólares. Já ontem, a divisa europeia subiu, recuperando das quedas verificadas no início da semana, altura em que o comportamento do euro foi pressionado pela decisão do Banco Central Europeu de acelerar as compras de activos durante as próximas semanas. Entretanto, esta quarta-feira, 20, foram divulgadas as minutas das Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed), relativas ao encontro do final de Abril. O documento revelou que a Fed está com dúvidas em relação ao fortalecimento da economia, pelo que um cenário de subida dos juros será analisado consoante a evolução dos indicadores "reunião a reunião".

 

Entretanto, a marcar o dia no mercado cambial está a decisão do Banco do Japão de manter a sua política monetária, o que fez com que o iene esteja a subir pelo segundo dia face ao dólar. O iene avança 0,2% face ao dólar.

 

A autoridade monetária nipónica vai manter o seu ritmo anual de compras em 80 biliões de ienes (mais de 595 mil milhões de euros), uma decisão que vai ao encontro do estimado pelos analistas consultados pela Bloomberg. A imprensa internacional escreve que o Banco do Japão justifica esta decisão com o facto da economia estar a apresentar sinais de melhoria moderados.

 

Petróleo em queda com sinais que excesso de oferta está a aliviar

Os preços do petróleo estão a aliviar das subidas recentes. Ainda esta quinta-feira, os preços da matéria-prima estavam a subir nos mercados internacionais, impulsionados pelo facto de as reservas de crude terem diminuído em 2,67 milhões de barris na semana passada, segundo informação avançada pela agência de Informação de Energia (AIE).

 

Os dados disponibilizados pela AIE e citados pela agência Bloomberg, mostram ainda que as reservas de crude nos Estados Unidos caíram para 482,2 milhões de barris na semana finda a 15 de Maio, representativos de menos 1,75 milhões de barris face às estimativas médias de um conjunto de economistas consultados pela Bloomberg.

 

O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, desce 0,07% para 60,68 dólares. Já o Brent, negociado em Londres e que serve de referência para as importações nacionais, cede 0,05% para 66,51 dólares por barril.

 

Ouro em alta ligeira devido a incerteza quanto à subida dos juros

O ouro está a subir ligeiramente numa altura em que os dados económicos nos Estados Unidos estão a ensombrar as perspectivas relativas à altura em que a Fed vai subir as taxas de juro. O metal precioso sobe 0,30% para 1.208,53 dólares.

 

Destaques do dia 

Grécia: Há condições para chegar a acordo dentro de 10 dias. Tsipras, Merkel e Hollande estiveram reunidos mais de duas horas, "num ambiente amigável e construtivo", mas sem que este encontro tenha resultado em qualquer acordo. Atenas diz que há condições para progredir e que "nos próximos 10 dias" um acordo deverá ser selado.

CVS compra Omnicare por 12,7 mil milhões de dólares
.CVS Health Corp., segunda maior cadeia de retalho de farmácias nos EUA, acordou a compra, por 12,7 mil milhões de dólares (11,4 mil milhões de euros), da empresa fornecedora de serviços farmacêuticos Omnicare Inc, o que lhe permitirá ampliar significativamente a sua capacidade para aviar receitas e administrar medicamentos nos lares de idosos, chegando assim à população com mais idade. 

 

Procura pelas obrigações do Sporting supera oferta em 2,57 vezesA SAD do Sporting conseguiu obter os 30 milhões de euros que pretendia através da emissão de obrigações. Os investidores colocaram ordens para bem mais do dobro. A meta foi alcançada logo no primeiro dia da operação.

 

O que vai acontecer hoje

 

BCE. Fórum do BCE, que reúne diversos responsáveis pela política monetária mundial e economistas, realiza-se até 23 de Maio, em Sintra.

 

Zona Euro. Índice de gestores de compras (PMI) compósito da Markit, em Maio [anterior: 53,9 pontos; estimativa: 53,9 pontos]

 

EUA. Índice de preços no consumidor, em Abril [anterior (homólogo): -0,1% ; estimativa: -0,2%]


União Europeia. Cimeira Europeia, que reúne os líderes europeus, prossegue em Riga, Letónia

Ver comentários
Saber mais abertura dos mercados petróleo Brent Crude West Texas Intermediate Grécia euro
Outras Notícias