Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fecho dos mercados: Petróleo dá gás às bolsas. Libra recupera, mas juros foram castigados

A valorização do barril de petróleo está a contagiar as cotadas do sector energético. Tanto o Stoxx 600 como o PSI-20 valorizaram. Em Inglaterra, a libra recuperou ligeiramente, mas os juros da dívida a dez anos agravaram-se.

As obrigações soberanas não têm sido o activo mais popular nos últimos anos, devido às rentabilidades negativas. Mas, em momentos de maior turbulência, é neste tipo de activos que a maioria dos investidores procura refúgio. E, desta vez, não será excepção. A maioria dos especialistas prefere, porém, a exposição às 'treasuries' norte-americanas.

'Com a maioria da economia mundial a abrandar decidimos aumentar a nossa alocação em títulos de dívida, sobretudo obrigações norte-americanas', escreve o Pictet numa nota de estratégia, divulgada na semana passada. A gestora de activos diz que há vários factores que favorecem a exposição às 'treasuries', face, por exemplo, às 'bunds' alemãs. 'Os mercados accionistas tendem a ser mais voláteis durante Julho e Agosto, o que pode levar a uma maior procura por obrigações soberanas dos EUA', explicam os especialistas.

Já a Amundi 'continua a favorecer títulos com uma duração curta nas obrigações 'core' devido às avaliações caras e ao fim dos estímulos que se está a aproximar'. Fora da dívida, os investidores podem ainda procurar refúgio no mercado cambial. Além do iene, uma das principais apostas dos investidores em momentos de maior instabilidade, o dólar é outro dos refúgios. Devido à divergência na política monetária entre os EUA e a Zona Euro, a nota verde deverá valorizar face ao euro.
EPA
Tiago Varzim tiagovarzim@negocios.pt 10 de Julho de 2018 às 17:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os mercados em números
PSI-20 subiu 0,34% para 5.661,81 pontos
Stoxx 600 subiu 0,46% para 386,34 pontos
S&P 500 valoriza 0,23% para 2.790,64 pontos
Yield 10 anos de Portugal recua 3,2 pontos base para 1,751%
Euro recua 0,13% para 1,1736 dólares
Petróleo sobe 0,81% para 78,7 dólares por barril

Bolsas europeias no verde impulsionadas pelo sector energético
Num dia em que o petróleo está a subir e o barril do petróleo negoceia perto de 74 dólares, o sector energético europeu deu gás às bolsas. O Stoxx 600 avançou 0,46% para os 386,34 pontos esta terça-feira, acumulando seis sessões de ganhos. Este é o maior ciclo de subidas desde Março deste ano. A acompanhar estiveram a maior parte das praças europeias, incluindo o PSI-20.

A bolsa nacional valorizou pela quinta sessão consecutiva. Lisboa subiu 0,34% para os 5.661,81 pontos com o contributo positivo da Jerónimo Martins que continua a recuperar depois de ter desvalorizado 25% no primeiro semestre. Na sessão de hoje a Altri chegou a renovar máximos.

Juros italianos sobem após comentário eurocéptico. Juros ingleses agravam-se
Os juros italianos estão a subir esta terça-feira, revertendo a tendência de alívio. Este agravamento da taxa de juro a dez anos de Itália deve-se aos comentários de Paolo Savona, aquele que tinha sido escolhido como ministro da Economia (com a pasta das Finanças) na primeira tentativa de constituir um Governo entre o 5 Estrelas e a Liga.

O Presidente italiano opôs-se ao seu nome, mas à segunda tentativa que foi em frente Savona acabou por ficar como ministro dos Assuntos Europeus. Conhecida a sua veia eurocéptica, Paolo Savona disse esta terça-feira que a Itália precisa de estar preparada para "todas as eventualidades" relacionadas com a permanência na Zona Euro, o que poderá depender de factores externos ao seu controlo, relata a Reuters.

Os juros italianos a dez anos chegaram a atingir os 2,76%, mas neste momento sobem apenas 0,5 pontos base para os 2,671%. Mais penalizados estão a ser os juros da Inglaterra no mesmo prazo que sobem 4,7 pontos base para os 1,3% com o impasse sobre o futuro do Governo e do processo de negociação do Brexit. Já em Portugal os juros a dez anos aliviam 3,2 pontos base para os 1,751%.

Euribor sobe a seis, nove e 12 meses
Só no prazo a três meses é que a Euribor manteve-se inalterada nos -0,321%. Há oito sessões que não mexe. Contudo, a Euribor a seis, nove e 12 meses subiu esta terça-feira. No prazo a seis meses a taxa Euribor somou 0,001 pontos para os -0,269%. No prazo a nove meses a taxa subiu 0,001 pontos para os -0,217% e a 12 meses avançou 0,001 pontos para os -0,180%.

Libra recupera após impasse no Governo
A divisa inglesa está a recuperar depois de ter perdido terreno na sessão anterior com duas demissões de peso no Governo britânico. No entanto, a recuperação é ligeira: a libra está a valorizar 0,15% para os 1,139 euros e 0,16% contra a divisa norte-americana para os 1,3281 dólares.

Já o euro está a perder terreno para o dólar. A divisa europeia desvaloriza 0,13% para os 1,1736 dólares, depois da divisa norte-americana ter valorizado impulsionada por dados económicos favoráveis nos Estados Unidos.

Petróleo sobe com declarações da OPEP
O petróleo está a subir nos mercados internacionais aproximando-se dos 74 dólares em Nova Iorque. Neste momento, o WTI, negociado em Nova Iorque, sobe 0,18% para os 73,99 dólares. Já o Brent, negociado em Londres e que serve de referência para Portugal, valoriza 0,81% para os 78,7 dólares.

A subida do valor do barril do petróleo acontece depois de o ministro da Energia dos Emirados Árabes Unidos, Suhail Al Mazrouei, ter afirmado que a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) está a fazer esforços no sentido de aumentar a produção, tal como defendido pelo presidente dos EUA, Donald Trump, mas realçou a importância de não deixar o mercado recuar ao excesso de oferta que provocou a última grande quebra nos preços.

Zinco em mínimos de um ano
O zinco negoceia em mínimos de um ano em Londres, de acordo com a Bloomberg, uma vez que os investidores antecipam o risco de que o mercado vai ter oferta em demasia assim que novas minas entrem em produção. O valor do zinco desvalorizou 3,1% para os 2,622 dólares por tonelada. Desde que atingiu um máximo em Fevereiro, o zinco já perdeu 25%.
Ver comentários
Saber mais Mercados num minuto fecho dos mercados juros psi-20 stoxx 600 ouro euro dólar inflação dívida
Outras Notícias