Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP emite 350 milhões em dívida a três anos com juro de 8,5%

A operação de emissão de novas obrigações seniores preferenciais a três anos foi realizada pelo banco liderado por Miguel Maya decorreu esta terça-feira.

Pedro Ferreira / Cofina Media
  • Partilhar artigo
  • ...
O BCP emitiu de 350 milhões de euros em dívida com um juro de 8,5%. A operação decorreu esta terça-feira com a colocação de novas obrigações seniores preferenciais, com prazo a três anos e opção de reembolso antecipado aos dois anos.

A emissão arrancou esta manhã com o "guidance" inicial a apontar para um juro a rondar os 9%, mas acabou por ser revisto em baixa até aos 8,5%, segundo dados avançados pela IFR e confirmados pela instituição financeira em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A taxa de juro fixa de 8,5% ao ano aplica-se durante os primeiros dois anos (correspondente a um spread de 5,547% sobre a taxa mid-swaps de 2 anos). No terceiro ano, a taxa de juro resultará da soma da Euribor a 3 meses
com um spread de 5,547%.

Já o montante subiu dos 300 milhões previstos para 350 milhões face ao apetite dos investidores. A procura fixou-se em 800 milhões de euros, ou seja, 2,3 vezes acima da oferta.

"A elevada procura verificada e o perfil diversificado dos investidores que subscreveram a emissão atestam mais uma vez a capacidade do Banco em aceder ao mercado de capitais, mesmo em contexto de elevada volatilidade e grande incerteza, como o que se tem verificado nos últimos meses", afirmou o BCP no mesmo comunicado.

O Commerzbank, o Goldman Sachs, o JP Morgan, o Millennium BCP e o Natixis atuam como "bookrunners" da operação. Esta nova dívida será admitida à negociação na Euronext Dublin.

A última vez que o banco liderado por Miguel Maya esteve no mercado de dívida foi em novembro de 2021 para uma colocação também de 300 milhões de euros. As operações não são, contudo, comparáveis já que se tratava na altura de dívida subordinada a 10 anos e meio.

(Notícia atualizada às 19:30)
Saber mais Millennium BCP economia negócios e finanças serviços financeiros banca macroeconomia
Outras Notícias