Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal adia reembolso de 793 milhões para 2028 e 2035

O instituto que gere a dívida portuguesa esteve no mercado a recomprar títulos com maturidades em 2023 e 2024, em troca de obrigações que vencem em 2028 e 2035.

O IGCP considera que o reforço da resiliência da economia portuguesa desde a última crise é agora uma mais valia para combater o impacto do coronavírus nas empresas e no Estado.
Miguel Baltazar
  • Partilhar artigo
  • 20
  • ...
A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) recomprou, esta quarta-feira, 793 milhões de euros em dívida que vencia em 2023 e 2024, adiando estes reembolsos por cinco e onze anos, respetivamente. Esta foi a primeira operação de troca de dívida este ano.

O instituto que gere a dívida portuguesa conseguiu recomprar 255 milhões de euros da linha de obrigações com maturidade em fevereiro de 2024 e outros 538 milhões de euros que venciam em outubro de 2023.

Em troca, o IGCP vendeu 531 milhões de euros em títulos com maturidade em outubro de 2028 e 232 milhões de euros que vencem em outubro de 2035.

O valor total desta troca fixou-se, assim, em 793 milhões de euros, um montante que o IGCP  terá apenas que pagar a partir de 2028. Ou seja, ganha, no mínimo, mais seis anos para devolver este montante, além de reduzir os custos associados a estas obrigações.

 

Os títulos que foram alvo da oferta de troca tinham uma taxa de cupão de 4,95%, na maturidade a 2023, e de 5,65%, na linha de fevereiro de 2024. Taxas superiores às das linhas que o IGCP ofereceu em troca: 2,125% e 0,9%, nos títulos de 2028 e 2035, respetivamente.

 

O IGCP tem acelerado a troca de dívida nos últimos meses, tendo sido esta a primeira troca de dívida efetuada este ano.

 

Estas operações têm como objetivo reduzir os esforços de reembolsos nos próximos anos. Segundo a informação divulgada no site do IGCP, os maiores esforços de reembolsos estão, neste momento, concentrados neste ano e em 2027. Portugal tem que reembolsar este ano 22 mil milhões de euros e, em 2027, 19,21 mil milhões de euros.



(Notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública IGCP economia negócios e finanças mercado e câmbios
Outras Notícias