Taxas de juro Juros de Portugal inalterados à espera do leilão

Juros de Portugal inalterados à espera do leilão

A taxa de juro da dívida a 10 anos de Portugal segue inalterada, numa manhã de subidas na Europa. Os investidores aguardam o resultado do primeiro leilão de dívida de longo prazo em 2016.
Juros de Portugal inalterados à espera do leilão
Bloomberg
Patrícia Abreu 09 de março de 2016 às 09:28

Os juros portugueses seguem a negociar inalterados, antes do primeiro leilão de dívida de longo prazo do país este ano. A "yield" portuguesa está, assim, a contrariar a tendência de subida dos juros na Europa.


A taxa de juro da dívida de Portugal a 10 anos segue estabilizada em 3,166%, numa manhã em que os investidores estão a aguardar o resultado da colocação de dívida de longo prazo. Portugal vai esta quarta-feira, 9 de Março, ao mercado tentar emitir entre 1.000 e 1.250 milhões de euros em dívida de cinco e dez anos.


Este será o primeiro leilão de obrigações deste ano, sendo que o Tesouro não terá o apoio de um sindicato bancário. Em Janeiro - a única vez que o IGCP colocou dívida de médio e longo prazo em 2016 -, o instituto liderado por Cristina Casalinho recorreu a um sindicato bancário para lançar a nova linha a 10 anos. Colocou então quatro mil milhões de euros.


Entre os restantes países da periferia, a tendência é de subida nos juros. A taxa a 10 anos de Espanha segue a subir 0,7 pontos base para 1,575%, enquanto o juro espanhol a 10 anos está a agravar-se 0,8 pontos para 1,428%.


Já a "yield" alemã segue a crescer 2,6 pontos base para 0,209%, reduzindo o diferencial face à dívida nacional para 295,87 pontos.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI