Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Manipulação da Libor: Cinco dos seis acusados foram absolvidos

Cinco dos seis corretores acusados de terem ajudado Tom Hayes a manipular as taxas Libor foram absolvidos por um tribunal de Londres. Júri ainda está a deliberar sobre as acusações que pairam sobre o sexto corretor.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Cinco dos seis corretores acusados de terem ajudado Tom Hayes na manipulação das taxas Libor foram absolvidos por um tribunal londrino, de acordo com a Bloomberg. O júri continua a deliberar em relação às acusações que pairam sobre o sexto corretor.

Segundo a mesma fonte, Colin Goodman, Danny Wilkinson – antigos membros da ICAP –, Noel Cryan  – da Tullett Prebon –, Terry Farr e James Gilmour – ambos da RP Martin Holdings – não foram considerados culpados pelo que já foram libertados. Porém, e dado que não existe unanimidade entre os membros do júri quanto a um veredicto em relação a Darrell Read, o júri foi instruído para continuar reunido a debater.

Segundo a Bloomberg, este desfecho representa um revés para o departamento do combate à fraude do Reino Unido. Durante o último ano, este organismo conseguiu que vários processos fossem bem-sucedidos. Este veredicto é o culminar de um julgamento que prolongou-se por quatro meses. Sofreu alguns adiamentos dado que um dos corretores adoeceu, de acordo com a mesma fonte.

No início de Agosto do ano passado, Tom Hayes, 35 anos, foi o primeiro indivíduo a enfrentar o tribunal no caso de manipulação da Libor e foi considerado culpado nas oito acusações de conspiração para manipular esta taxa.

Na altura, o júri do tribunal de Southwark composto por sete homens e cinco mulheres concluiu, após uma semana de deliberação, que Hayes conspirou com outros "traders" e corretoras e tentou beneficiar com isso. Em cada uma das acusações, o antigo "trader" do UBS e Citigroup enfrentava uma pena máxima de 10 anos de prisão. Contudo, o tribunal londrino decretou 14 anos de prisão efectiva para o antigo trader do UBS e do Citigroup.

Entretanto, Hayes recorreu desta decisão e a sua pena foi reduzida para 11 anos de prisão. A decisão foi revelada em Dezembro.

Foi em 2012 que Hayes foi acusado pela primeira vez pelas autoridades norte-americanas tendo-se tornado, desde então, o principal rosto deste caso de crime de mercado. Em 2013, foi ouvido num total de 82 horas pelo departamento britânico de combate à fraude, onde terá descrito o esquema que desenvolveu e nomeado alguns dos seus cúmplices. Hayes terá iniciado o esquema de manipulação da Libor no Verão de 2006 quando trabalhava em Tóquio para o UBS e apenas terminou com a sua demissão do Citigroup em Setembro de 2010.


Hayes, a quem foi diagnosticado Asperger pouco antes de o julgamento começar, revelou aos investidores britânicos que, em três anos, o UBS terá ganho 150 milhões de libras (213,25 milhões de euros) com este esquema, segundo o The Guardian.

Ver comentários
Saber mais Tom Hayes Colin Goodman Danny Wilkinson Tullett Prebon Tullett Prebon Terry Farr James Gilmour Libor Reino Unido manipulação das taxas Libor
Mais lidas
Outras Notícias