30 anos em Comunidade Intermunicipal Futuro passa pelo empreendedorismo e internacionalização

Futuro passa pelo empreendedorismo e internacionalização

Empresas da região de Aveiro são sensíveis à evolução e às mudanças no mercado.
Futuro passa pelo empreendedorismo e internacionalização

Aveiro é uma região dinâmica, com uma indústria forte e um tecido empresarial empreendedor. A indústria transformadora tem atividades fortes nos setores metalúrgico, metalomecânico, materiais de construção, cerâmico, calçado, madeira, fabrico de artigos de borracha ou agroalimentar, destacando-se a nível nacional e internacional. Para auxiliar estas empresas e negócios nos seus objetivos de crescimento, a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) tem apresentado e levado a cabo vários projetos. Nesse sentido, o que está a CIRA a fazer para captar mais investimento para a região?

 

José Ribau Esteves explica que "a criação de um ambiente favorável ao empreendedorismo é a imagem da região de Aveiro, cujo dinamismo se mede, desde logo, na quantidade de candidaturas de empresas aprovadas pelos fundos 2020". O presidente da Câmara Municipal de Aveiro e do Conselho Intermunicipal prossegue, afirmando que na região Centro o território da Comunidade Intermunicipal é, "de longe, o que mais investimentos promove entre as oito CIM". "Sublinhamos a nossa rede de Incubadora de Empresas da Região de Aveiro – IERA que, em cada um dos 11 municípios e na universidade, potencia as condições das áreas de localização empresarial."

 

O Parque de Ciência e Inovação, constituído em 2010 e inaugurado em 2018, fruto da parceria estratégica intermunicipal, presidida pela Universidade de Aveiro, destaca-se pelo "envolvimento colaborativo, formal e efetivo de diferentes atores que constituem a tripla hélice da inovação e do desenvolvimento económico: o conhecimento, através da UA, a região, através da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), e as empresas". O Creative Science Park Aveiro Region, explica José Ribau Esteves, está estruturado em torno de cinco grandes áreas de aposta estratégica da UA e do desenvolvimento da região – Tecnologias de Informação, Comunicação e Eletrónica (TICE), Materiais, Mar, Agroindustrial e Energia. O processo colaborativo é valorizado pela existência de espaços qualificados e de ações de apoio à promoção da inovação, empreendedorismo, capacitação de negócios, entre os quais se destacam a Design Factory, a Incubadora de Empresas e os Laboratórios de Uso Comum (LUC) de Materiais e Agroalimentar e das TICE.

 

A internacionalização

 

Outra característica das empresas da região é a consciência da importância da internacionalização. Sobre este tema falámos com Fernando Castro, presidente da Associação Industrial do Distrito de Aveiro (AIDA CCI), e pedimos que nos desse alguns exemplos do que tem sido feito pela associação para promover a internacionalização das empresas da região de Aveiro. Fernando Castro diz que a AIDA CCI desenvolve vários projetos financiados e não financiados de apoio à internacionalização, com um histórico total de "125 ações – missões de prospeção, importadores e presença em feiras internacionais – a mais de 30 países, que se traduziu na participação de mais de 1.175 empresas".

 

Destas, continua Fernando Castro, verificou-se que "mais de 76% aumentaram as exportações, tendo 44% investido diretamente no mercado". "Ultimamente têm apostado na participação conjunta em feiras, como são exemplos Subcontratación, Midest, MetalMadrid, Hannover Messe, Batimat, ESEF."

 

A AIDA CCI realiza, igualmente, workshops, incubação de empresas em Silicon Valley, apoio logístico a delegações estrangeiras, estudos sobre mercados, protocolos de cooperação com entidades nacionais e estrangeiras. De referir ainda a existência da Enterprise Europe Network, "única na região, criada para apoiar as empresas a inovar, a cooperar e a competir melhor no espaço europeu".

 

Fernando Castro recorda também que desde dezembro que a AIDA foi reconhecida como Câmara de Comércio e Indústria do Distrito de Aveiro, alargando o seu leque de valências, nomeadamente na emissão de documentos de exportação como são exemplo, os Certificados de Origem, Certificados de Venda Livre, Carnet ATA e Vistos, venda de Livros de Reclamações e autentificação de fotocópias.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI