Outros sites Cofina
Notícia

As vantagens da transformação digital

A EDP adaptou-se muito rapidamente às circunstâncias da crise pandémica porque tinha iniciado um processo de transformação digital em finais de 2017. Tinha funcionalidades e a disponibilidade das pessoas para ferramentas tecnológicas e colaborativas.

Filipe S. Fernandes 16 de Julho de 2020 às 09:15
A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

"Há quatro ou cinco meses não pensávamos que seria possível estarmos a funcionar e a trabalhar nos termos em que estamos a fazer hoje, e seria considerado um cenário fora da realidade. Fazer videoconferências, ter 70% das pessoas a trabalhar em casa, call-centers virtuais, ou ter pessoas a adotar cada vez mais o comércio eletrónico, empresas a mudarem de modelo de negócio e passarem a vender de forma remota", refere José Ferrari Careto, Digital & IT Officer do Grupo EDP. Fazer tudo isto "num espaço de dois a quatro meses demonstra que as pessoas de adaptam a todas as circunstâncias, mudam hábitos, abordagens e processos, desde que a necessidade esteja presente".

A EDP tinha a vantagem de ter iniciado um processo de transformação digital em finais de 2017. "O que levou a que tivéssemos no momento da covid-19 um conjunto de funcionalidades e a disponibilidade das pessoas para ferramentas tecnológicas muito superior ao que teria acontecido há um ano, em particular no que diz respeito às ferramentas colaborativas, que era uma área em que estávamos a investir muito antes da covid-19, na altura com temas associados à eficiência e ao conforto das pessoas", explica José Ferrari Carreto.

A EDP é uma multinacional presente em mais de 15 países e tem apostado nas ferramentas colaborativas como forma de aumentar a eficiência, reduzir viagens e tempos. "Tínhamos apostado na transformação cultural para levar as pessoas a usarem cada vez mais este tipo de ferramentas, o que também se veio a revelar muito útil nesta era da covid-19. Do ponto de vista dos dados estávamos a fazer uma grande aposta na utilização de dados no processo de decisão, no desenvolvimento de modelos analíticos", disse José Ferrari Carreto.

Mais notícias