Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BMW 330e e 225xe: Ofensiva híbrida 'plug-in'

Definitivamente apostada na mobilidade eléctrica, a BMW prepara para 2016 mais duas novas versões híbridas 'plug-in', o 330e e o 225xe.

Adriano Oliveira aoliveira@netcabo.pt 26 de Dezembro de 2015 às 14:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Características

€ n.d.

Sistema híbrido 'plug-in'

BMW 330e

Potência combinada: 252cv
Motor de combustão: gasolina, 4 cil., 16 vál., turbo, injecção directa, 1998cc 184cv, 290Nm
Motor eléctrico: 88cv, 250Nm
Desempenhos: 225km/h, 6,1seg., 2,1l/100km, 49g/km de CO2
Transmissão: auto 8 velocidades

BMW 225xe

Potência combinada: 224cv
Motor de combustão: gasolina, 3 cil., 12 vál., turbo, injecção directa, 1.499cc, 136cv, 220Nm
Motor eléctrico: 113cv, 165Nm
Desempenhos: 202km/h, 6,7seg.
2,1l/100km, 49g/km de CO2
Transmissão: auto 6 velocidades

No âmbito do seu programa de mobilidade eléctrica, designado 'e-mobility', a BMW vai lançar, no próximo ano, mais dois modelos híbridos 'plug -in', com baterias que podem ser carregadas através da estação 'wallbox', fornecida pela própria marca, na rede eléctrica de abastecimento ou nos postos de carregamento públicos.

As duas novas versões híbridas são o BMW 330e e o BMW 225xe, que além de se inserirem em segmentos diferentes, distinguem-se também no plano tecnológico, pois enquanto a primeira delas se mantém fiel à tracção traseira, a segunda recorre às quatro rodas motrizes, ainda que com a particularidade de à frente a propulsão estar a cargo do motor a gasolina e atrás essa tarefa caber ao motor eléctrico.

Já no BMW 330e, o motor eléctrico está acoplado na própria caixa de velocidades, a exemplo do que sucede com o X5 xDrive40e.

Tendo por base o Série 2 Active Tourer, a versão híbrida 225xe debita 224cv de potência máxima, resultante da combinação do tricilíndrico turbo a gasolina de 1.5 litros, de 136cv, com o motor eléctrico colocado no eixo traseiro, este de 65kw (88cv). De acordo com os dados oficiais da marca, o consumo médio de combustível (urbano/extra-urbano) ronda os 2.1 litros/100 km, para emissões de CO2 de apenas 49g/km.

Quanto ao BMW 330e, o sistema híbrido também recorre ao motor a gasolina, mas ao 2.0 litros turbo, de 184cv, e ao motor eléctrico com os mesmos 65kw (88cv), que neste caso vem acoplado à caixa automática Steptronic de oito velocidades. Ainda assim, os 252cv de potência máxima anunciados para o conjunto não inflacionam nem os consumos médios de combustível, nem as emissões de CO2, apresentando valores semelhantes ao BMW 225xe.
Em relação à autonomia, as baterias de qualquer destas duas novas versões híbridas da BMW, quando carregadas na totalidade, permitem percorrer 40 quilómetros em modo totalmente eléctrico, o suficiente para se circular nos centros urbanos sem contaminar o meio ambiente.

Num trajecto que incluiu o centro de Roterdão e estradas dos arredores da cidade holandesa, conduzimos os dois protótipos das novas versões híbridas 'plug in', ainda com partes camufladas que serão objecto de redesenho. Em ambos os casos, o funcionamento é semelhante, com a possibilidade do condutor poder optar por circular a 100% eléctrico, na cidade, com o simples toque para o lado da alavanca de velocidades.

Em estrada, onde se pode circular a velocidades mais elevadas, o protagonista é o motor de combustão interna, que não só imprime maior andamento ao veículo como ainda permite o carregamento parcial das baterias.


Destaques

Os dois novos modelos híbridos 'plug-in' distinguem-se nos segmentos e na tecnologia.

BMW 330e - tracção traseira

A berlina híbrida recarregável 330e tem 252cv. O sistema de propulsão é formado por um motor a gasolina e um eléctrico colocado entre o primeiro e a transmissão. A tracção é feita unicamente às rodas traseiras. A colocação das baterias na parte traseira retira cerca de 110 litros de capacidade à bagageira (total 370 litros).




BMW 225xe -tracção às quatro rodas

O BMW 225xe é, até agora, o único monovolume híbrido 'plug-in' que permite o carregamento na rede eléctrica. Tem dois motores: um eléctrico que move as rodas traseiras, enquanto um três cilindros turbo a gasolina faz mover as rodas dianteiras, pelo que a tracção pode ser traseira, dianteira ou total consoante o modo escolhido.


Negócios em Roterdão, a convite da BMW

Ver comentários
Saber mais BMW 330e 225xe
Outras Notícias