Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

E depois da política

Não é raro que as portas girem, que alguém que deteve poder de decisão sobre um setor, enquanto membro do Governo, passe pouco depois a gerir interesses privados nessa mesma área. António Mexia, presidente executivo da EDP, atualmente suspenso por ordem judicial, e antigo ministro no governo de Santana Lopes, é um exemplo. Há vários casos entre os órgãos dos principais grupos empresariais portugueses.

Fábio Monteiro | Ricardo Esteves Ribeiro 29 de Agosto de 2020 às 11:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Ao contratarem políticos, as empresas ganham "acesso a informação privilegiada, capacidade de pressão para responder aos seus interesses", diz a jurista Bárbara Rosa. Apesar da legislação ter vindo a ficar mais apertada, as portas giratórias parecem ser um vício do sistema.


Quem olhar com atenção para as lideranças das maiores empresas portuguesas não ficará surpreendido ...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Mexia Centeno Governo EDP Santana Lopes ministros Mota-Engil Espírito Santo Luís Amado Sócrates Braga de Macedo Cavaco Silva Eduardo Catroga Augusto Mateus António Guterres Celeste Cardona Durão Barroso Galp Susana Peralta Nova SBE Bloco de Esquerda Mariana Mortágua Maria Luís Albuquerque Pedro Passos Coelho Arrow Global
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias