Weekend Joana Gama: “Gosto da ideia de mostrar a música de outras formas”
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Joana Gama: “Gosto da ideia de mostrar a música de outras formas”

A pianista Joana Gama ganhou especial visibilidade com o trabalho dedicado ao compositor francês Erik Satie, que a levou a fazer duas “maratonas”, de 14 e 15 e horas, sentada ao piano. A partir deste instrumento, viaja pela música, viaja pelas outras artes, viaja por todo o país. Percorreu as obras “Viagens na Minha Terra”, de Fernando Lopes-Graça, e “Lume de Chão”, de Amílcar Vasques-Dias, e lançou agora o disco “Travels in my homeland”, inscrevendo, também ela, a sua música num imaginário português.
Joana Gama: “Gosto da ideia de mostrar a música de outras formas”
Pedro Catarino
Lúcia Crespo 24 de maio de 2019 às 11:00

A partir do piano, Joana Gama viaja pela música, viaja pelas outras artes, viaja pelo país. A pianista e "performer" portuguesa investigou as obras "Viagens na Minha Terra", de Fernando Lopes-Graça, e "Lume de Chão",

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI