Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pizarro devolve pelouro a Rui Moreira

Os dois vereadores socialistas, incluindo o número dois do Executivo camarário, ficam sem pelouro até às eleições autárquicas.

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 08 de Maio de 2017 às 13:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os vereadores socialistas na Câmara Municipal do Porto devolveram os pelouros que tutelavam "na sequência da decisão tomada [por Rui Moreira], que rejeitou o apoio do PS para o próximo ciclo autárquico", deixando o Executivo sem maioria estável até às eleições de Outubro.

Manuel Pizarro (Habitação e Acção Social) e Manuel Correia Fernandes (Urbanismo) reuniram-se esta segunda-feira, 8 de Maio, com o actual presidente da autarquia, o independente Rui Moreira, a quem comunicaram esta decisão. A terceira vereadora eleita pelo partido, Carla Miranda, não tinha pelouro atribuído.

 

Num comunicado de imprensa, o PS/Porto explica que "em face da decisão do Dr. Rui Moreira e da natural decisão do PS de apresentar uma candidatura própria às próximas eleições autárquicas, os vereadores socialistas consideram que, por imperativo ético, não devem manter os pelouros que lhe foram atribuídos" na sequência do acordo pós-eleitoral assinado em 2013.

 

No total, o executivo da Câmara Municipal do Porto é composto por 13 elementos. Além destes três do PS, seis foram eleitos pela lista de Rui Moreira, que venceu as autárquicas como independente com o apoio do CDS-PP; três do PSD, sendo que um deles, Ricardo Valento, tem actualmente o pelouro da Economia; e ainda um eleito pela CDU.

 

A disputa autárquica no Porto ganhou novos contornos na semana passada, depois de a secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, ter dito numa entrevista ao Observador que a vitória de Moreira seria "uma vitória do PS". Já agastado por anteriores intervenções desta responsável, sobretudo no que toca à representatividade que o partido deveria ter nas listas, o autarca portuense decidiu romper com os socialistas.

 

No sábado, dois dias depois de rebentar esta crise, o PS acabou por apresentar Manuel Pizarro como candidato às eleições agendadas para 1 de Outubro, com o antigo secretário de Estado da Saúde de José Sócrates a afirmar que "como na vida, é mais proveitoso uma boa amizade do que um casamento em que uma das partes não quer estar". "Para casamentos e baptizados só vai quem é convidado", reforçou Tiago Barbosa Ribeiro, líder da concelhia socialista do Porto.

Ver comentários
Saber mais Política autarquias eleições Porto vereador pelouro Manuel Pizarro Manuel Correia Fernandes Rui Moreira autárquicas PS Ana Catarina Mendes
Mais lidas
Outras Notícias