Conjuntura Mais de três quartos das famílias portuguesas têm dificuldades em pagar as contas

Mais de três quartos das famílias portuguesas têm dificuldades em pagar as contas

A Deco Proteste lançou um barómetro para medir o nível de vida dos portugueses com base na sua capacidade para pagar as contas.
Mais de três quartos das famílias portuguesas têm dificuldades em pagar as contas
Nuno Carregueiro 14 de março de 2019 às 14:00

77% das famílias portuguesas têm dificuldades em pagar as contas do dia-a-dia e 7% vivem em situação de pobreza. As conclusões são da Deco Proteste, que está a apresentar hoje o barómetro que lançou para medir o nível de vida dos portugueses.

 

Este barómetro surge na sequência da celebração do dia do consumidor (esta sexta-feira, 15 de março). A associação de defesa do consumir avaliou o nível de vida das famílias portuguesas "com base na facilidade que estas têm (ou não) em fazer face a seis grandes conjuntos de despesas: habitação, saúde, alimentação, educação, mobilidade e tempos livres".

 

Entre os quase 2 mil inquiridos, apenas 23% admitem viver com conforto. O índice do barómetro situou-se em 44,5 pontos, ou seja, no intervalo de dificuldades financeiras (entre 29,7 e 51,8 pontos).

 

Rita Rodrigues, relações institucionais da Deco, diz que as "conclusões são preocupantes" e mostram que a "classe média que empobreceu no período da troika (…) não conseguiu recuperar".

 

"O nosso Barómetro mostra-nos um Portugal de contrastes: o País melhora nos indicadores económicos, mas as famílias enfrentam muitos constrangimentos na gestão diária" e "as perspetivas para o futuro também não são animadoras", diz Rita Rodrigues, citada pela revista Deco Proteste.

 

No que diz respeito ao tipo de despesa do dia-a-dia, mais de metade dos portugueses (55%) tem dificuldades em suportar os encargos com a manutenção da casa. Veja em baixo os dados repartidos por categoria.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI