Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Com mais 13.987 infetados, Portugal supera os 600 mil casos e regista novo recorde de 234 mortes por covid

Nas últimas 24 horas foram registados no país mais 13.987 casos de infeção por covid-19 e 234 mortes relacionados com a doença. O total de infetados desde o início da pandemia superou a fasquia dos 600 mil.

Alexandre Azevedo
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 22 de Janeiro de 2021 às 14:17
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...

Nas últimas 24 horas foram identificados em Portugal mais 13.987 casos de pessoas infetadas pela covid-19, segundo os dados divulgados esta sexta-feira pela Direção Geral de Saúde (DGS). O total de contágios desde o início da pandemia ascende a 609.136, quase 6% da população portuguesa. Isto significa que um em cada 17 portugueses está ou já esteve infetado.

No que respeita aos óbitos devido à covid-19, o número reportado esta sexta-feira marca um novo recorde: há a lamentar mais 234 vítimas mortais no país, novo máximo absoluto, que elevam o total de mortes em Portugal desde o início da pandemia para 9.920

A média diária de novos casos dos últimos sete dias subiu para 11.524, o valor mais elevado de sempre.

Nos últimos 14 dias, Portugal acumulou 1.383 novos casos por 100 mil habitantes, o nível mais elevado de sempre. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus e critério determinado pelo Governo para considerar os concelhos em risco, mais do que quintuplica o limite definido de 240 casos por 100 mil habitantes. 

O número de doentes recuperados cifrou-se em 7.319 nas últimas 24 horas, aumentando o total de recuperados para 441.556.

Assim, os casos ativos, que são calculados subtraindo ao total de casos confirmados os doentes recuperados e os óbitos, subiram em 6.434, para 157.660 atingindo o nível mais elevado de sempre. Este valor significa que mais de 1,5% da população portuguesa está atualmente infetada, ou seja, um em cada 65 portugueses.

Quase 5.800 internados e doentes graves atingem os 715

O número de internados devido à covid-19 aumentou em 149, para um total de 5.779 pacientes, atingindo um nível recorde e um claro sinal da pressão sobre o Serviço Nacional de Saúde.

Já no que respeita aos casos mais graves, de internamentos em unidades de cuidados intensivos (UCI), há mais 13 pacientes, num total de 715, um máximo absoluto. 


Lisboa e Vale do Tejo com quase 6 mil casos e mais de 110 mortes


Lisboa e Vale do Tejo (LVT) foi a região com maior número de novas infeções, somando mais 5.983 novos casos, um máximo diário, que correspondem a 43% dos contágios no país nas últimas 24 horas, elevando o total da região para 208.695. 

No Norte foram registados mais 4.270 casos, elevando o total para 275.164.

Os restantes casos ocorreram no Centro (2.670), Alentejo (491), Algarve (459), Madeira (84)  e Açores (30).

Quanto aos óbitos, a maioria foi em Lisboa e Vale do Tejo, com 111, o valor mais elevado de sempre, e elevando o número de mortes nos últimos três dias para 294. Seguem-se o Centro com 48; o Norte com 46; o Alentejo com 19; o Algarve com 8 e a Madeira com 2. Nos Açores não houve vítimas mortais. Além de LVT, este foi o dia com mais mortes no Alentejo.

O total de mortes desde o início da pandemia ascende a 3.965 no Norte. Seguem-se Lisboa e Vale do Tejo, com 3.626, o Centro, com 1.646, o Alentejo, com 482, o Algarve, com 148, a Madeira, com 31, e os Açores, com 22.


Ver comentários
Saber mais covid dgs casos mortes internamentos pandemia
Outras Notícias