Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais de metade das PME da Europa em risco de falência devido à covid-19

Os danos causados pela covid-19 colocam em causa a sobrevivência de mais de metade das pequenas e médias empresas europeias.

Paulo Duarte
Negócios jng@negocios.pt 22 de Outubro de 2020 às 10:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Mais de 50% das pequenas e médias empresas (PME) europeias correm risco de falência, caso as suas receitas não aumentem no próximo ano. Esta problemática, agravada pela covid-19, pode colocar fim a negócios essenciais para as suas regiões.

Uma em cada cinco empresas em Itália e França espera avançar com um pedido de insolvência dentro de seis meses, de acordo com uma pesquisa realizada pela McKinsey & Co a mais de duas mil empresas de cinco potências europeias (Itália, França, Alemanha, Espanha e Reino Unido).

Estes negócios de menor dimensão assumem-se como essenciais para as regiões em que estão inseridos, empregando mais de dois terços da população e representando mais da metade do valor económico agregado.

A pandemia não foi branda com as empresas europeias, afetando as receitas de 70%. Dos países em estudo, os mais afetados foram Itália e Espanha, onde o vírus e as medidas implementadas tiveram um grande impacto a nível económico.

Meses depois do aparecimento da covid-19, a economia mantêm-se instável, o que levanta preocupações quanto ao aumento da dívida e dos despedimentos.

Os governos dos cinco países em estudo anunciaram agora medidas adicionais para fazer frente à pandemia e erguer de novo a economia nacional, de acordo com o estudo da McKinsey & Co analisado pela Bloomberg.

 

Ver comentários
Saber mais Covid-19 PME
Outras Notícias