Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Peritos vão rever plano de vacinação. Hipertensão e diabetes deixam de ser prioridade

Segundo o Público, a comissão de peritos propõe uma mudança de estratégia no plano de vacinação para a segunda fase, que avança na segunda-feira.

Ainda não se sabe quantos médicos ou enfermeiros optaram por não se vacinar para já.
Luís Vieira
Negócios jng@negocios.pt 10 de Abril de 2021 às 12:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A lista de prioridades para a segunda fase do plano de vacinação contra a covid-19 vai ser alterada. Segundo uma notícia avançada pelo Público, a idade passa mesmo a ser o critério principal na vacinação, sendo ainda proposta uma mudança nas doenças prioritárias, com a hipertensão e a diabetes a saírem das prioridades.

 

De acordo com a proposta da comissão técnica de vacinação contra a covid-19 que aconselha a diretora-geral da Saúde, os especialistas propõem a inclusão de transplantados, infetados pelo VIH, doenças neuromusculares, esquizofrenia e doença bipolar grave, entre outras patologias. Já a diabetes e a hipertensão, que eram apontadas como prioritárias para esta segunda fase de vacinação que arranca na segunda-feira, deverão deixar de o ser.

 

Tal como avança o Público, o plano inicial da vacinação contra a covid-19 vai ser revisto e, em vez de três fases, passará apenas a ter duas. A proposta dos especialistas prevê que a fase 2 do plano seja subdividida em duas, a A e a B.

 

Ao mesmo tempo que são vacinados os idosos a partir dos 79 anos até aos 75 pelo critério da idade, os peritos desta comissão recomendam a imunização prioritária das pessoas que sofrem de uma lista de doenças com maior risco associado a covid-19 e que são mais raras do que aquelas que estavam inicialmente previstas. Na parte B, sugere-se a imunização às pessoas a partir dos 74 até aos 50 anos, por ordem decrescente.

Ver comentários
Saber mais pandemia covid-19 vacinação prioridades
Outras Notícias