Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trump ataca OMS e insinua que EUA poderão reduzir financiamento

O presidente dos Estados Unidos atacou esta terça-feira a forma como a OMS está a lidar com a pandemia e deixa no ar a ameaça de Washington de reduzir o financiamento à organização.

EPA
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 07 de Abril de 2020 às 18:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 33
  • ...

O presidente norte-americano criticou esta terça-feira a forma como a Organização Mundial de Saúde (OMS) lidou e está a lidar com a pandemia da covid-19 e insinuou que os EUA poderão rever o financiamento à entidade.

Através da rede social Twitter, Donald Trump acusou a OMS de estar muito "centrada na China" e de ter feito recomendações erradas.

"A OMS falhou em toda a linha. Por alguma razão, financiada em grande medida pelos Estados Unidos, mas muito centrada na China. Vamos olhar para isso atentamente. Felizmente rejeitei o seu conselho de manter as nossas fronteiras abertas à China no início. Porque é que deram uma recomendação tão errada?", escreveu Trump.


A OMS tem sido alvo de apertado escrutínio quanto à sua resposta à pandemia, sendo criticada por ter difundido em janeiro informações "preliminares" das autoridades chinesas que desvalorizavam a gravidade do surto do novo coronavírus.

Em março, uma resolução apresentada na Câmara dos Representantes e no Senado dos EUA instava o diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a retratar-se das "afirmações altamente enganosas de apoio à tresposta dada pelo governo da República Popular da China".

Alguns senadores republicanos exigiram mesmo que Tedros Ghebreyesus se demitisse.

Ver comentários
Saber mais EUA Donald J. Trump Tedros Adhanom Ghebreyesus Organização Mundial de Saúde República Popular da China saúde covid-19
Outras Notícias