Cultura Cirque du Soleil amplia o seu império com aposta no ilusionismo

Cirque du Soleil amplia o seu império com aposta no ilusionismo

O Cirque du Soleil está a pagar cerca de 40 milhões de dólares pela Works Entertainment, dona da franquia Illusionists, de acordo com uma pessoa próxima do processo.
Cirque du Soleil amplia o seu império com aposta no ilusionismo
Bloomberg
Bloomberg 10 de fevereiro de 2019 às 11:00

O Cirque du Soleil Entertainment Group está a adquirir uma equipa de mágicos chamada Illusionists, ampliando um império global de apresentações ao vivo que já inclui o Blue Man Group e espetáculos teatrais.

 

A empresa está a pagar cerca de 40 milhões de dólares pela Works Entertainment, dona da franquia Illusionists, de acordo com uma pessoa próxima do processo. O Cirque du Soleil está a usar uma linha de crédito de 120 milhões de dólares para financiar a transação.

 

A compra é o terceiro acordo recente da gigante do circo, que pretende alavancar as suas operações globais para ajudar a popularizar os novos espetáculos. Illusionists é um show de variedades que inclui uma série de mágicos, inclusive Shin Lim, campeão do programa "America’s Got Talent".

 

"As produções da Works têm afinidades naturais com as nossas, porque são experiências universais de alta qualidade que atraem diferentes públicos de diferentes culturas de todo o mundo sem ter que adaptar o espetáculo a cada mercado", disse o CEO do Cirque du Soleil, Daniel Lamarre.

 

O Cirque du Soleil também se prepara para apresentar um novo espetáculo em outubro voltado para um público mais jovem, disse Lamarre. Ainda sem título, este espetáculo é inspirado em filmes de Hollywood e piruetas arriscadas ao vivo e foi criado para atrair um público acostumado a filmes e videojogos imersivos.

 

"É uma boa maneira de relançar a marca", disse Lamarre numa entrevista.

 

Mil milhões de dólares em receitas

 

O grupo circense com sede em Montreal deve ultrapassar os mil milhões de dólares em vendas este ano, batendo um novo recorde, revelou o mesmo responsável.

 

A expansão global enfrentou alguns problemas. Em dezembro, o Cirque du Soleil encerrou as negociações para participar da "Festa do Festival da Primavera" da China, um dos programas de TV mais assistidos do mundo.

 

A empresa planeia usar o saldo da sua linha de crédito - disponibilizada pelo Fonds de Solidarité e pela Caisse de Dépôt et Placement du Québec - para negociações futuras. A companhia adquiriu o Blue Man Group em 2017 e o VStar Entertainment Group em 2018. Esta última empresa é conhecida pelos seus espetáculos voltados para crianças, como a "Patrulha Pata ao Vivo!".

 

(Texto original: Cirque du Soleil Adds to Show-Biz Empire With Illusionists Deal)




Marketing Automation certified by E-GOI