Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ana Abrunhosa admite "algum atraso" nos descontos nas ex-scut

A governante e titular do Ministério da Coesão Territorial mantém a palavra quanto à aplicação de descontos nas antigas scut, inicialmente prometida para o terceiro trimestre, contudo explica que o impacto orçamental causado pela crise pandémica obrigou a uma redefinição do calendário.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
Ainda não foi desta que avançaram os prometidos descontos nas ex-scut, porém a ministra da Coesão Territorial, em entrevista ao programa Conversa Capital, uma parceira entre o Negócios e a Antena1, assegura que essa é uma medida que "está a ser finalizada e oportunamente será comunicada". 

"A medida está a ser finalizada e será comunicada oportunamente. Não direi mais nada sobre este assunto", afirmou Ana Abrunhosa que havia prometido que estes descontos estariam em vigor no terceiro trimestre deste ano. 

Todavia, a eclosão da crise sanitária e o decorrente "impacto na governação", em concreto no Orçamento do Estado, obrigou a uma redefinição do calendário inicialmente previsto, alteração que não coloca em causa a implementação futura da medida.

"Ministra sem palarva não é ministra. Mantenho a minha palavra dizendo que a medida irá para o terreno", asseverou reconhecendo que a a sua aplicação "possa, em termos temporais, ter algum atraso". 

"Sabe que a pandemia não afeta só os portugueses. Afeta também os governantes e nomeadamente as Finanças. Compreenderão que, garantindo que a medida está a ser finalizada, possa ter algum atraso. Todos somos vítimas da pandemia, nomeadamente o orçamento de Estado. Esta é uma medida que tem implicações orçamentais e o que vos posso dizer é que a medida está a ser finalizada e será comunicada oportunamente por quem de direito", acrescentou a governante e antiga presidente da CCDR do Centro.

Ver comentários
Saber mais Conversa Capital Ana Abrunhosa Coesão Territorial SCUT Portagens
Mais lidas
Outras Notícias