Economia Ex-dirigentes da AICEP criam empresa de apoio à internacionalização

Ex-dirigentes da AICEP criam empresa de apoio à internacionalização

Pedro Reis, antigo presidente da AICEP fundou uma empresa com ex-chefe de gabinete de Paulo Portas para apoiarem empresas na internacionalização. Manuel Brandão foi também contratado para apoiar empresa de Mário Lino.
Ex-dirigentes da AICEP criam empresa de apoio à internacionalização
Negócios 14 de julho de 2014 às 09:42

Pedro Reis e Manuel Brandão, que até há poucos meses ocuparam os cargos de presidente e administrador da AICEP, respectivamente, criaram uma empresa de consultoria de apoio à internacionalização de sociedades portuguesas. Manuel Brandão assinou ainda um contrato de consultoria com a empresa liderada por Mário Lino.

 

O Correio da Manhã conta na edição desta segunda-feira que Pedro Reis criou uma empresa quatro dias depois de ter saído da AICEP, em Abril. A sociedade dá pelo nome de Fullinvex, dá apoio à internacionalização de empresas portuguesas, como a AICEP, e tem como sócio Manuel Brandão, ex-administrador da AICEP e antigo chefe de gabinete de Paulo Portas.

 

Manuel Brandão, que saiu da AICEP em Janeiro, quatro meses antes de Pedro Reis, passou igualmente a prestar consultoria à Iguarivarius, empresa à qual preside Mário Lino, ex-ministro das Obras Públicas do PS.

 

Contactado pelo Correio da Manhã, Pedro Reis rejeita qualquer risco de promiscuidade. "Não espero tirar partido nenhum de informação privilegiada adquirida na passagem pelo organismo público. O comércio é um sector vasto e não vejo nenhuma incompatibilidade".

 

Manuel Brandão, por seu turno, diz que "eu e o Pedro somos rigorosos e temos um cuidado extremo. Na empresa que criámos, realizámos um trabalho técnico através dos conhecimentos que adquirimos ao longo das várias funções que desempenhámos".

 

Mário Lino, presidente do Conselho de administração da Iguarivarius que contratou Manuel Brandão após a sua saída da AICEP, diz que não teve qualquer participação na escolha do amigo e antigo chefe de gabinete de Paulo Portas.

 

Em Abril Pedro Reis saiu da presidência da AICEP, tendo sido substituído pelo deputado do PSD Miguel Frasquilho. Na altura foi avançado que teria saído a seu pedido, e alegadamente por ter um salário pouco competitivo. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI