Economia Fogo na serra de Sintra dominado

Fogo na serra de Sintra dominado

O incêndio que deflagrou no sábado na serra de Sintra e que se alastrou a Cascais, no distrito de Lisboa, está dominado, anunciou a Protecção Civil na sua página na internet.
Fogo na serra de Sintra dominado
Lusa 07 de outubro de 2018 às 11:41

O fogo foi dado como dominado cerca de 12 horas depois de ter deflagrado na zona da Peninha, tendo alastrado ao concelho de Cascais, num combate às chamas muito dificultado pelos ventos, que chegaram a ter rajadas de 100 quilómetros por hora.

Segundo a informação publicada no site da Autoridade nacional da Protecção Civil (ANPC), actualizada às 11:18, o incêndio está a ser combatido por 611 operacionais, 181 meios terrestres e cinco meios aéreos.

O incêndio que deflagrou no sábado na serra de Sintra provocou ferimentos ligeiros, afectou uma casa de habitação e obrigou à retirada de 47 pessoas de casa, residentes em habitações das aldeias de Biscaia, Figueira do Guincho, Almoínhas e Charneca.  Há 18 feridos ligeiros, segundo a Protecção Civil. 

Dezoito pessoas ficaram feridas ligeiramente, nove dos quais eram bombeiros, que foram "assistidos no local e que já regressaram ao teatro de operações", disse André Fernandes, num "briefing" da Protecção Civil, onde esteve presente o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreira.


Também foi evacuado o Parque de Campismo da Areia, no Guincho, tendo sido transportados os seus ocupantes para o Pavilhão Dramático de Cascais. O que obrigou à retirada de 300 pessoas do parque de campismo.

Relativamente à retirada das pessoas do parque de campismo de Cascais, o comandante André Fernandes disse que foi "a maior evacuação por precaução" e que decorreu "dentro da normalidade, não havendo vítimas a registar nem danos materiais".


Foram ainda retirados 70 animais do Clube D. Carlos e do Centro Hípico do Estoril, na Charneca, que foram levados para o hipódromo Manuel Possolo, em Cascais




pub

Marketing Automation certified by E-GOI