Economia Fortuna dos 10 mais ricos de Portugal duplicou em 15 anos. Família Azevedo regressa ao Top3

Fortuna dos 10 mais ricos de Portugal duplicou em 15 anos. Família Azevedo regressa ao Top3

A família Azevedo volta a entrar no pódio dos mais ricos de Portugal, com a fortuna dos filhos de Belmiro de Azevedo a superar a da família Guimarães de Mello.
Nuno Carregueiro 31 de julho de 2018 às 15:49

Os 10 mais ricos de Portugal têm uma riqueza conjunta de 12,8 mil milhões de euros, de acordo com o ranking elaborado pela revista Exame, que salienta que este valor mais do que duplica o registado em 2004.

 

No primeiro ano em que a revista elaborou o ranking dos mais ricos de Portugal a riqueza das 10 famílias com maior fortuna ascendia a pouco mais de 5 mil milhões de euros, ou 6,1 mil milhões de euros se os valores forem actualizados a inflação.    

 

De acordo com a edição de Agosto da Exame, que está nas bancas a partir desta terça-feira, as 25 famílias portuguesas mais ricas têm uma fortuna conjunta de 17,9 mil milhões de euros, o que representa 10% do PIB e está abaixo dos 18,8 mil milhões apurados no ano passado.

 

Família Azevedo regressa ao terceiro lugar

 

No que diz respeito ao ranking dos mais ricos, a principal alteração está no regresso da família Azevedo ao pódio. A fortuna de Cláudia Azevedo, Nuno Azevedo e Paulo Azevedo foi avaliada pela Exame em 1.463 milhões de euros, o que foi suficiente para superar os 1.456 milhões de euros da família Guimarães de Mello, que assim cai para o quarto lugar.

 

As duas primeiras posições continuam a ser ocupadas pela família Amorim e Alexandre Soares dos Santos. A fortuna dos herdeiros de Américo Amorim (que tem como principais activos a Galp e a Corticeira Amorim) foi avaliada em 3.849 milhões de euros, quase o dobro da riqueza do dono da empresa que controla o Pingo Doce (1.819 milhões de euros).

 

Entre os 10 primeiros lugares continuam a figurar António da Silva Rodrigues (Grupo Simoldes), a Família Alves Ribeiro e Pedro Queiroz Pereira.

 

A Forbes publicou recentemente o seu primeiro ranking dos mais ricos de Portugal, que também colocava a família Amorim e Soares dos Santos nos dois primeiros lugares, sendo que o último lugar do pódio era ocupado pela família Alves Ribeiro.

 

A Exame salienta que entre o primeiro ranking de 2004 e o agora publicado, há nomes que permanecem na lista dos mais ricos de Portugal, como os "Mello, os Violas, os Azevedo, os Amorim, os Alves Ribeiro".




pub