Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo estuda medidas de apoio ao aumento das taxas de juro na habitação

O ministro das Infraestruturas e da Habitação diz que estão a ser pensadas medidas para apoiar as famílias e responder à pressão do aumento das taxas de juro para quem tem empréstimos para compra de habitação.

António Costa e Pedro Nuno Santos têm afirmado que o país não pode perder mais tempo relativamente ao novo aeroporto de Lisboa.
Miguel A. Lopes/Lusa
Filomena Lança filomenalanca@negocios.pt 06 de Setembro de 2022 às 11:15
  • Partilhar artigo
  • 22
  • ...

O Governo está "a acompanhar a pressão que o aumento das taxas de juro possa ter sobre as famílias" e "a pensar medidas que possam depender exclusivamente do Estado português" e que possam apoiar estes proprietários, afirmou esta terça-feira o ministro das Infraestruturas e Habitação. 


Pedro Nuno Santos falava aos jornalistas durante a conferência de imprensa de apresentação do plano do Governo de apoio às famílias face à subida generalizada dos preços. 


O plano, recorde-se, prevê um travão ao aumento de rendas em 2022, que vai impedir a aplicação do coeficiente anual estabelecido pelo INE, permitindo aos proprietários aumentos de no máximo 2%, em vez dos 5,43% a que haveria lugar pelas regras normais. 


Os proprietários terão direito a uma contrapartida fiscal, por forma a não ficarem prejudicados, pagando menos IRS ou IRC, consoante sejam particulares ou empresas. Para os que contraíram dívidas para compra de habitação própria e se veem agora confrontados com a subida das taxas de juro não há, para já, qualquer apoio previsto.

Ver comentários
Saber mais habitação rendas arrendamento taxas de juro
Outras Notícias