Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Piloto morre em queda de helicóptero no combate a fogo em Castro Daire

Helicóptero pertencia à Everjets. Empresa já decidiu instaurar um inquérito às circunstâncias do acidente e garante a substituição do aparelho ora acidentado no dispositivo em alerta".

Cofina Media
Negócios com Lusa 20 de Agosto de 2017 às 13:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O piloto que tripulava um helicóptero que combatia este domingo um incêndio em Castro Daire, Viseu, morreu na sequência da queda da aeronave.  O helicóptero despenhou-se pouco antes das 13:00, disseram à agência Lusa fontes da Câmara Municipal e dos bombeiros.

O helicóptero da empresa Everjets embateu em cabos de alta tensão, caiu e incendiou-se, tendo o piloto ficado preso no aparelho, segundo fonte do Ministério da Administração Interna (MAI) à Lusa.

A Everjets, entretanto, emitiu um comunicado onde esclarece que o piloto tinha 51 anos, nacionalidade portuguesa e experiência como piloto de combate a incêndios.

"Só após uma investigação será possível determinar com exactidão as causas e circunstâncias do acidente, mas é crível, pelo que se sabe, que o helicóptero tenha colidido em cabos de alta tensão, despenhando-se e incendiando-se de imediato" refere a empresa, adiantando que "o conselho de administração da Everjets já decidiu instaurar um inquérito às circunstâncias do acidente e garante a substituição do aparelho ora acidentado no dispositivo em alerta".

 
O helicóptero estava sediado no Centro de Meios Aéreos de Armamar, Viseu.

O incêndio foi dado já como dominado, anuncia a página da Proteção Civil na internet.

Este fogo começou às 13:07 de quinta-feira e apenas hoje foi considerado dominado.

No terreno mantêm-se quase 100 bombeiros e 21 viaturas.

(Notícia actualizada às 17:31 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais incêndios helicóptero acidente
Mais lidas
Outras Notícias