Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Iates ganham popularidade entre os mais ricos

Os mais ricos do mundo têm uma nova preferência, os iates. A indústria segue em rota de crescimento e as empresas de alugueres são as que mais ganham.

Bloomberg
Negócios com Bloomberg 10 de Setembro de 2022 às 17:00
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Stacy Fischer-Rosenthal, responsável pela Fischer Travel Enterprises, uma empresa de aluguer de embarcações, e a sua equipa de 30 trabalhadores passaram o verão à procura de iates privados. Os clientes são banqueiros, CEO's - a nata da sociedade - que estão agora, já sem a covid-19, dispostos a pagar milhões de dólares para passarem uma semana, ou mais, a bordo de um iate.

As reservas para este tipo de embarcações aumentaram 20% dos níveis verificados em 2021, uma tendência também verificada noutras empresas de luxo do setor.

"Alugueres de iates são muito populares porque os nossos clientes querem a privacidade, segurança e flexibilidade que este tipo de embarcação lhes dá", explica Stacy Fischer-Rosenthal, em declarações à Bloomberg. A companhia da empresária cobra 150 mil euros apenas para entrar no clube de membros, através da qual iates podem ser alugados por todo o mundo.

Os norte-americanos são a maior base de clientes em crescimento, ajudando a preencher a quota deixada pelos antigos clientes russos, que estão impedidos de viajar para alguns países, devido às sanções aplicadas pelo ocidente.

Um outro exemplo é a Fraser Yatchs, uma empresa de venda e alugueres de iates indica que, apenas primeira metade de 2022, foram feitas cerca de 500 viagens privadas, de acordo com Mark Duncan, o diretor de marketing e desenvolvimento do negócio. Este valor equivale assim a um crescimento de 32% face ao ano passado e, mais uma vez, este crescimento está a ser sustentado por norte-americanos - a maioria que experimenta o serviço pela primeira vez.

Isto numa altura em que o número de cidadãos dos Estados Unidos com um património entre um a cinco milhões cresceu 8% em 2021, para mais de 12 milhões de famílias. No caso de um património superior a 25 milhões, o aumento foi de 18%, de acordo com dados do Spectrem Group.

Entre os iates disponíveis está o "Wheels", uma embarcação de 75 metros, com um ginásio e discoteca no interior.

"Os nossos clientes são indivíduos com grandes fortunas, diretores de bancos e fundos de investimento", continua a presidente da Fischer Travel Enterprises. "Eles têm feito muito dinheiro nos últimos anos. Agora querem viajar outra vez e querem o melhor que há", esclarece ainda.

Ao mesmo tempo, os clientes estão também a ficar mais novos e rondam agora os 50 anos, quando antes a média se situava nos 60 ou 65 nas últimas duas décadas, aponta o diretor da Fraser Yatchs. Adicionalmente, cerca de 35% dos clientes são novos, comparado com cerca de 15% anteriormente.

As viagens entre amigos e famílias são as mais populares. A empresa Camper & Nicholson, baseada no Mónaco, tem assistido a maior procura nos iates de 50 ou 60 metros, indicou Jacqui Lockhart, responsável da companhia para a Europa.

Um dos iates mais caros e opulentos disponíveis para aluguer é o Octopus. A embarcação tem 126 metros, dois heliportos, um elevador e um campo de basket. Tudo isto por 2,2 milhões de dólares por semana, com um máximo de 12 pessoas, a que acrescem cerca de 42 membros do "staff".

"Os iates de luxo estão a prosperar", conclui Alexandru Zamfirescu, agente de iates independente.
Ver comentários
Saber mais Iates economia negócios e finanças turismo política
Outras Notícias