Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Politico: Eurodeputados portugueses não têm influência

Segundo o site Politico, são 40 os eurodeputados que contam na hora das decisões.

Reuters
Fernando Sobral fsobral@negocios.pt 19 de Maio de 2016 às 22:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

Quem são os eurodeputados que são mesmo importantes na altura das decisões? São 40 e de diferentes países. Da Alemanha, é claro. Do Reino Unido. Da Estónia, da Lituânia ou da Roménia. Português não há um único que verdadeiramente tenha peso na Europa. E espanhol ou grego também não. Do sul da Europa há apenas três deputados influentes: e são todos italianos.

A Alemanha tem quase metade dos 40 eurodeputados mais influentes: 16. O Reino Unido tem cinco, a França três, a Bélgica, Holanda e Polónia, dois cada. Com um deputado importante surge a República Checa, a Dinamarca, a Estónia, a Lituânia, a Roménia e a Eslovénia. Ou seja, 14 dos 28 membros têm voz importante. A Alemanha domina.


Por um lado o presidente do Parlamento Europeu (considerado o eurodeputado mais importante), Martin Schulz e o mais importante dos funcionários (Klaus Welle), são ambos alemães, e isso levou a que uma série de alemães tenha um nível elevado na hierarquia das decisões. Essa é a conclusão do influente site Politico.


Existem 751 eurodeputados eleitos no Parlamento Europeu, que têm voz activa em algumas decisões da União Europeia. Embora o seu poder seja limitado. Mas alguns têm influência, marcando a agenda, destacando-se dos seus pares, influenciando o debate não apenas no plano legislativo mas no contexto da UE. O "Politico" destaca ainda o facto de a maioria dos deputados influentes estarem nas duas grandes famílias: PPE (com 13) e socialistas (12).


Realce também para o facto de o site colocar como segundo eurodeputado mais importante a francesa Marine Le Pen (conhecida adversária da Europa unida), realçando assim o facto de as fissuras serem cada vez mais evidentes no seio do Parlamento Europeu.


Para muitos será estranho que nenhum parlamentar português integre esta lista de 40. Até porque muitos deles fazem parte das grandes famílias políticas europeias e são considerados, em Portugal, vozes com poder. Mas para o Politico o seu peso não é real nas grandes decisões e na sua esfera de influência política na Europa.  

Ver comentários
Outras Notícias