Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Restaurantes sem limite de lotação. Bares e discotecas reabrem

A 1 de outubro bares e discotecas vão poder reabrir, ficando o acesso sujeito à apresentação do certificado digital. Os restaurantes e os espectáculos culturais deixam de ter limites à lotação. Mas a máscara continua a ser obrigatória nos transportes e nas grandes superfícies.

O número de empregados no alojamento e restauração ainda é inferior em 22,8% ao segundo trimestre de 2019.
Eduardo Costa/Lusa
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 23 de Setembro de 2021 às 16:04
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

O Governo aprovou esta quinta-feira a terceira e última fase de desconfinamento do país, que tinha anunciado a 29 de julho.


A partir do dia 1 de outubro, o país entrará em estado de alerta, o que permite a reabertura de bares e discotecas com exigência de certificação digtal para o acesso, ou de teste negativo.  

Já os restaurantes deixam de estar sujeitos a limites máximos de lotação por grupo e o seu acesso deixa de estar sujeito à exigência de certificado digital, acabando ainda os limites em matéria de horários. 

Também os estabelecimentos turísticos, de alojamento local, ginásios com aulas de grupo, casinos, termas e spas deixam de estar sujeitos à apresentação de certificado digital, anunciou esta quinta-feira António Costa.

O Executivo pôs igualmente fim à limitação da venda e consumo de álcool.


Os casamentos e batizados deixam também de ter limites de lotação, medida que desparece igualmente no comércio e em espetáculos culturais.

António Costa anunciou, contudo, que o uso da máscara continuará a ser obrigatório nos transportes públicos, lares, hospitais, salas de espetáculos e nas superfícies comerciais. 

Já nos bares e discotecas, o primeiro-ministro explicou que "não faz sentido tornar máscara obrigatória", razão pela qual será exigido o certificado digital.

Ver comentários
Saber mais covid-19 desconfinamento
Outras Notícias