Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Secretário de Estado da Economia agradece a Costa e omite Costa Silva

Na hora do adeus, João Neves diz que foi uma honra trabalhar sobre a direção de António Costa mas não faz qualquer referência ao ministro da Economia-

Pedro Catarino
Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 29 de Novembro de 2022 às 17:43

João Neves despediu-se esta terça-feira oficialmente do cargo de secretário de Estado da Economia. Na hora do adeus, João Neves deixa palavras elogiosas para o primeiro-ministro, António Costa, mas não faz qualquer referência ao ministro da Economia, António Costa Silva, sinal claro do antagonismo existente entre os dois.

 

Esta foi a mensagem que João Neves deixou no Linkedin.

 

"Ao cessar funções enquanto Secretário de Estado da Economia nos últimos 4 anos orgulho-me de ter sempre procurado sempre servir a República Portuguesa em prol da economia nacional.
 
Foi uma honra trabalhar sob a direção do Primeiro-Ministro, António Costa, ao lado das empresas, das associações empresariais e da indústria do nosso país.
 
O perfil de especialização da nossa economia está a mudar. Muito me orgulha poder ter trabalhado em programas fundamentais para essa mudança. O financiamento e reconhecimento dos Centros de Tecnologia e Investigação, que asseguram a transferência do conhecimento entre as empresas e a academia, as Agendas Mobilizadoras para a Inovação Empresarial, que, através do desenvolvimento de produtos inovadores mobilizaram, colaborativamente, as grandes empresas, PME, universidades, politécnicos, centros de fazer e centros de saber, no maior incentivo público desde a nossa adesão à CEE e, por fim, recordo o enorme esforço durante os anos da pandemia, na injeção de 11 mil milhões de euros em todo o nosso tecido produtivo na defesa de empregos e empregos. 
 
A minha esperança no futuro da economia não se esgota aqui. O saber-fazer nacional, as qualificações dos nossos jovens, a resiliência e inovação dos nossos empresários e a capacidade colaborativa do nosso associativismo empresarial continuarão, por certo, a transformar a nossa economia. Uma economia assente no conhecimento, na inovação, no nosso talento e na capacidade das nossas empresas se internacionalizarem".

Ver comentários
Saber mais João Neves economia Governo António Costa António Costa Silva
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio