Economia Sócrates eleito secretário-geral do PS com 93,3% dos votos

Sócrates eleito secretário-geral do PS com 93,3% dos votos

José Sócrates foi eleito secretário-geral do PS com 93,3% dos votos, segundo os resultados provisórios das eleições realizadas sexta-feira e sábado, revelou um comunicado da Comissão Organizadora do XVII Congresso Nacional do partido.
Sócrates eleito secretário-geral do PS com 93,3% dos votos
Lusa 27 de março de 2011 às 13:35
Na corrida para secretário-geral do PS, Sócrates superou o líder do PS/Madeira, Jacinto Serrão (3,33%), e Fonseca Ferreira, ex-presidente da Comissão de Coordenação da Região de Lisboa e Vale do Tejo (2,54%).

De acordo com o comunicado, os resultados conhecidos correspondem ao apuramento de 717 das 721 secções de voto em que a percentagem de participação no acto eleitoral foi de 89,95%.

José Sócrates conseguiu mais votos expressos e mais delegados do que em 2009, anunciou a Comissão Organizadora do XVII Congresso Nacional do partido.

As eleições de sexta-feira e sábado terminaram com uma percentagem de participação de 89,95%, depois do apuramento de 717 das 721 secções de voto, contabilizando-se ainda 390 votos brancos (1,34%) e 99 nulos (0,34%).

"Constata-se, pelos resultados apurados, que José Sócrates é reeleito secretário-geral do Partido Socialista, verificando-se que, consegue hoje obter, mais votos expressos e mais delegados eleitos do que em 2009 no XVI Congresso Nacional", referiu o comunicado.

Além da sua eleição como secretário-geral, a moção política de orientação nacional intitulada "Defender Portugal, Construir o Futuro", da qual José Sócrates é o primeiro subscritor obteve 1742 delegados para o congresso do PS, a realizar de 08 a 10 de abril, em Matosinhos.

"Não se realizou o ato eleitoral na secção de Dortmund, Chateau Briant, Londres e Macau, pertencentes às Federações Europa e Fora da Europa", indicou o mesmo comunicado, assinado pelo presidente da comissão organizadora do congresso, Joaquim Raposo.

Sócrates elegeu a totalidade dos delegados ao congresso em onze federações, casos do Baixo Alentejo, Braga, Bragança, Castelo Branco, Évora, Portalegre, Viana do Castelo, Vila Real, Açores, Regional Oeste e Fora da Europa.

A única derrota de Sócrates aconteceu na Madeira, onde o líder da federação regional do partido, Jacinto Serrão, conseguiu 74% dos votos dos militantes madeirenses e o actual secretário-geral obteve 26%.

Com estes resultados finais, Jacinto Serrão elegeu 51 delegados ao congresso do PS, ficando José Sócrates com 14 apoiantes da Madeira na reunião magna.

Nesta região ficou por apurar o delegado da secção da freguesia do Imaculado Coração de Maria, no concelho Funchal, onde as eleições serão repetidas na próxima sexta-feira, visto que registou um empate.

No congresso de Abril, estarão ainda mais 700 delegados com direito de inerência, por desempenharem lugares em órgãos nacionais do PS, ou por serem militantes com funções políticas de destaque em autarquias, na Assembleia da República ou nos parlamentos regionais.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI