Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

UE: S&P cometeu um "equívoco sério" numa altura "muito estranha"

A União Europeia considera que a Standard & Poor’s cometeu um "equívoco sério" quando decidiu cortar o "rating" de nove países da Zona Euro e não teve em consideração a consolidação que está a ser feita. Bruxelas considera mesmo que a decisão da agência surgiu numa altura "muito estranha".

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 16 de Janeiro de 2012 às 12:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
Na sexta-feira, a S&P anunciou o corte de "rating" da dívida da França e da Áustria, ambos a perderem a notação máxima de "triplo A", bem como o de Portugal, Espanha, Eslovénia, Eslováquia, Malta, Itália e Chipre.

Esta decisão apanhou os responsáveis europeus de surpresa, considerando que não se justificava esta medida.

A S&P cometeu um "equívoco sério" ao descer a notação financeira de vários Estados-membros, baseado na presunção de que a Europa está a dar privilégio à austeridade em detrimento do crescimento económico, afirmou hoje o porta-voz da Comissão Europeia, Olivier Bailly.

A Europa está a prosseguir uma "estratégia gémea baseada numa consolidação inteligente e numa reforma estrutural desenhada para fomentar o crescimento e o emprego". Esta "é a estratégia que está a ser implementada", acrescentou citado pela Bloomberg.

O responsável considerou ainda que o "timing" desta decisão foi "muito estranho".
Ver comentários
Saber mais S&P ratingm UE Europa União Europeia equívoco sério
Outras Notícias