Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Valor das operações pagas com cartão caiu 10% em janeiro em Portugal

O montante pago através de cartão de pagamento sofreu uma queda homóloga em janeiro deste ano devido ao confinamento e ao apertar de medidas de restrição, diz o Banco de Portugal.

A autenticação nas compras online terá de ser feita através de palavra-passe, mensagem para o telemóvel ou impressão digital, por exemplo.
iStockphoto
Negócios jng@negocios.pt 19 de Fevereiro de 2021 às 10:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O confinamento decretado este ano está a ter menos impacto nas operações realizadas com cartão de pagamento, uma vez que o valor de todas as transações feitas em janeiro deste ano caiu 10% em termos homólogos, de acordo com o Banco de Portugal. 

Adianta que os setores de atividade mais afetados com a queda do valor das compras através do cartão de pagamento foram a restauração, a Administração Pública e o alojamento, com reduções de 57,9%, 60% e 77,5%, respetivamente.

"Apesar de o setor do comércio a retalho ter registado uma contração de 2,7% em termos homólogos, em janeiro de 2021 o valor das compras em supermercados/hipermercados cresceu 12,9% e as compras em estabelecimentos de produtos alimentares, bebidas e tabaco subiu 48,5%", pode ler-se no comunicado.

Em termos mensais, comparando com dezembro do ano passado, a evolução do valor pago com cartão em  janeiro deste ano representou um agravamento, devido ao "reforço das medidas de confinamento, com o encerramento das escolas".

O Banco de Portugal salienta que "apenas entre março e junho de 2020, durante o primeiro período em que vigoraram medidas de confinamento igualmente restritivas, se verificaram reduções mais expressivas nos pagamentos com cartão do que estas. Recorde-se que, em abril de 2020, registou-se uma quebra de 28,8% no valor das operações com cartão".

Entre 18 de janeiro e 14 de fevereiro de 2021, o período de confinamento generalizado com as escolas encerradas, o valor das compras com cartão, efetuadas por portugueses em Portugal, registou uma redução homóloga média de 21%, que compara com uma diminuição de 37% durante as primeiras 4 semanas de confinamento de 2020 (entre 16 de março e 12 de abril).

Os levantamentos de numerário tiveram uma evolução muito semelhante, realça o banco, embora com um impacto mais expressivo: a redução média do valor dos levantamentos de 28% em 2021 compara com uma diminuição de 41% em 2020.

Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal Portugal economia negócios e finanças bens de consumo serviços financeiros
Outras Notícias