UE admite acordo sobre Brexit em 6 a 8 semanas se exigências forem “realistas”

O responsável pela negociação do Brexit por parte da União Europeia, Michel Barnier, afirmou que o acordo entre o Reino Unido e a UE tem de ser alcançado até ao início de Novembro.
Bloomberg
pub
Negócios com Bloomberg 10 de setembro de 2018 às 14:59

Michel Barnier, que está a liderar a negociação do Brexit por parte da União Europeia (UE), afirma que um acordo para a saída do Reino Unido deverá ser alcançado dentro de seis a oito semanas. Isto se as exigências de ambos os lados forem "realistas". 
 

"Penso que se formos realistas, seremos capazes de alcançar um acordo relativamente à primeira fase das negociações dentro de seis a oito semanas", afirmou Barnier numa conferência na Eslovénia, citado pela Bloomberg. O responsável realçou ainda que o acordo para a saída do Reino Unido da UE tem de ser alcançado até ao início de Novembro. "Penso que é possível", notou.

Estas declarações levaram a libra a subir, negociando em alta de 0,9% para 1,3040 dólares. A moeda chegou mesmo a alcançar o valor mais alto desde 1 de Agosto.

Apesar de revelar que um acordo está para breve, Barnier alertou que ainda há questões pendentes. "Temos de resolver a questão da Irlanda e ainda outros assuntos nas próximas seis a oito semanas", referiu o responsável europeu.

pub

As negociações em torno da saída do Reino Unido da região continuam em Bruxelas antes de os 28 líderes da UE se reunirem na próxima semana, na Áustria, para discutirem o Brexit. De acordo com o The Guardian, os responsáveis europeus devem anunciar durante este encontro que vão realizar uma cimeira extraordinária sobre a saída do país do bloco. A reunião deve ser agendada para 13 de Novembro. 
 

Na semana passada, os governos alemão e britânico abandonaram algumas das exigências chave que estavam a travar um acordo para a saída do Reino Unido do bloco, como avançou a Bloomberg, citando fontes próximas do processo. Os dois países mostraram-se dispostos a a aceitar um acordo menos detalhado no que toca às relações económicas e comerciais futuras entre as duas partes. 
O acordo do Brexit será divido em duas fases: primeiro, o acordo de separação, e só depois os termos das relações comerciais. As questões pendentes poderão ser retomadas mais tarde, mesmo após o dia do Brexit, a 29 de Março de 2019.
(Notícia actualizada às 16:54 com mais informação)

pub