Finanças Públicas Apoio à banca pesou 13 mil milhões nos défices dos últimos 10 anos

Apoio à banca pesou 13 mil milhões nos défices dos últimos 10 anos

O impacto no défice do ano passado foi de apenas 0,2% do PIB e correspondeu essencialmente aos juros pagos relativos às intervenções realizadas em anos anteriores".
Apoio à banca pesou 13 mil milhões nos défices dos últimos 10 anos
Nuno Carregueiro 03 de abril de 2017 às 13:36

O Banco de Portugal actualizou esta segunda-feira, 3 de Abril, os números correspondentes ao impacto das medidas de apoio ao sistema financeiro desde 2007, calculando que o peso acumulado nos défices totalizou um montante equivalente a 7% do PIB do ano passado.

 

Tendo em conta que o PIB de 2016 totalizou 184,9 mil milhões de euros, o valor total destes apoios à banca, que foram já contabilizados nos défices passados, ascende a 12,94 milhões de euros.

 

Apesar deste valor, o reflexo dos apoios à banca no défice de 2016 foi diminuto quando comparado com o de anos anteriores. De acordo com o Banco de Portugal, o "impacto destas medidas no défice de 2016 foi de cerca de 0,4 mil milhões de euros", o que corresponde a cerca de 0,2% do PIB. De acordo com o INE, défice orçamental do ano passado ficou em 2,1% do PIB, o registo mais baixo em 40 anos.

 

O Banco de Portugal, na nota publicada esta segunda-feira, não detalha a repartição dos impactos no défice por ano. Contudo, em 2015 o impacto do Banif nas contas públicas superou os 2 mil milhões de euros. A resolução do banco foi efectuada no final de 2015 e obrigou à aprovação de um orçamento rectificativo.

 

Dados do INE, citados pelo Jornal de Notícias, dão conta que os apoios à banca representaram 1,6% do PIB em 2015 e 3% em 2014.

 

O impacto no défice do ano passado "deveu-se essencialmente aos juros pagos relativos às intervenções realizadas em anos anteriores", refere a nota do banco central.

 

O Banco de Portugal revela também o impacto das medidas de apoio à banca na dívida pública, sendo que neste caso os montantes são superiores. Representaram 11,3% da dívida pública do ano passado, o que corresponde a 27,2 mil milhões de euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI