Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dívida pública baixou 1,1 mil milhões devido a amortizações

A dívida pública baixou em novembro do nível recorde que tinha atingido no mês anterior, revelou o Banco de Portugal.

A carteira total de crédito a empresas fixou-se em 72,1 mil milhões no final de setembro, segundo os dados do BdP, liderado por Mário Centeno.
Duarte Roriz
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 04 de Janeiro de 2021 às 11:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A dívida pública, na ótica de Maastricht, situou-se em 267,1 mil milhões de euros no mês de novembro, o que representa uma redução de 1,1 mil milhões de euros face ao nível recorde que tinha fixado em outubro, anunciou o Banco de Portugal.

 

Para esta descida contribuíram as "amortizações de títulos de dívida, no valor de 1,2 mil milhões de euros", refere o banco central.

 

Os depósitos das administrações públicas diminuíram 2 mil milhões de euros, pelo que a "dívida pública líquida de depósitos aumentou 900 milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 244,7 mil milhões de euros".


A descida da dívida pública reflete assim a menor intensidade do IGCP nas emissões de obrigações e bilhetes do Tesouro. O instituto que gere a dívida pública intensificou as emissões de dívida nos primeiros meses do ano e praticamente não foi ao mercado na reta final de 2020, o que deverá contribuir para nova descida do endividamento público em dezembro de 2020.

Tendo em conta o peso da dívida pública no PIB, os dados até setembro mostram que o endividamento público está em 130,8% do PIB. Este valor deverá aumentar no final do ano e baixar em 2021, de acordo com as previsões do Governo.

O Orçamento do Estado para 2021 prevê um défice de 4,3% do PIB no próximo ano, com um crescimento da economia de 5,4% e uma dívida pública de 130,9% do PIB. 

(notícia em atualização)

Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal Dívida pública
Outras Notícias