Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Federação pediu à PGR que investigue prendas do Benfica

A Federação Portuguesa de Futebol enviou um ofício à Procuradoria-Geral da República a solicitar que o Ministério Público investigue o caso das prendas do Benfica oferecidas aos árbitros, escreve o Correio da Manhã.

Miguel Baltazar
Negócios negocios@negocios.pt 08 de Outubro de 2015 às 11:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

As prendas do Benfica, oferecidas aos árbitros, continuam no centro da polémica e a Federação Portuguesa de Futebol quer que o Ministério Público investigue o assunto. Assim, a entidade liderada por Fernando Gomes, enviou esta quarta-feira, 8 de Outubro, um ofício à Procuradoria-geral da República (PGR) solicitando que a questão seja avaliada, escreve o Correio da Manhã esta quinta-feira, 8 de Outubro.

 

O jornal recorda que em causa está a oferta a "caixa Eusébio com vouchers para quatro refeições num restaurante de Lisboa". Uma situação que, caso venha a ser esse o entendimento do Ministério Público, poderá configurar um eventual crime de corrupção ou tentativa de corrupção sobre os árbitros a quem foi ofertada a dita "caixa Eusébio".

 

A denúncia, recorde-se, foi feita por Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, em declarações à TVI na passada segunda-feira, e foi também enviada para o Conselho de disciplina. 

Ver comentários
Saber mais Benfica Federação Portuguesa de Futebol Ministério Público Bruno de Carvalho
Outras Notícias