Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Granadeiro confrontado com pagamentos de 24 milhões

De acordo com a edição desta segunda-feira do Correio da Manhã, o antigo chairman da PT terá recebido cerca de 24 milhões de euros de comissões pagas pelo "saco azul" do Grupo Espírito Santo.

Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 27 de Fevereiro de 2017 às 09:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...
Henrique Granadeiro, o antigo presidente do conselho de administração da Portugal Telecom, terá recebido 24 milhões de euros através da ES Enterprise, que funcionaria como "saco azul" do universo Espírito Santo.

O ex-chairman terá sido confrontado com o valor na sexta-feira passada – dia em que passou a arguido, tal como Zeinal Bava - pelos investigadores da Operação Marquês, avança a edição desta segunda-feira, 27 de Fevereiro, do Correio da Manhã.

As verbas terão sido pagas entre 2007 e 2011, um período que coincide com o chumbo do Estado à OPA da Sonae sobre a PT e as operações da telefónica portuguesa no Brasil, com a saída da Vivo e a compra da Oi.

A publicação refere que Granadeiro terá feito a ponte neste processo com as entidades brasileiras numa negociação que decorreu em segredo por três anos e que Ricardo Salgado - o líder do BES, banco então accionista da PT - seria o entusiasta da entrada na Oi.

Já Zeinal Bava, o antigo CEO também constituído arguido na sexta-feira, terá visto entrar nas suas contas mais de 20 milhões de euros, sendo que 18,5 milhões já eram conhecidos e atribuídos a uma alocação fiduciária para realização de uma operação que não chegou a acontecer, tendo o valor sido devolvido, explicou o ex-gestor, citado pelo CM.

Na sexta-feira, a Procuradoria-Geral da República confirmou a constituição como arguidos de Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, suspeitos de crimes de fraude fiscal, corrupção passiva e branqueamento.

Bava e Granadeiro tornaram-se nos 22.º e 23.º arguidos desta operação judicial. Seguem-se assim a Rui Horta e Costa, ex-administrador dos CTT – e ao antigo CEO do Banco Espírito Santo, Ricardo Salgado.
Ver comentários
Saber mais Portugal Telecom Henrique Granadeiro Espírito Santo Zeinal Bava Operação Marquês Sonae Banco Espírito Santo economia (geral) Informação sobre empresas
Mais lidas
Outras Notícias