Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Infografia: A rotunda do Marquês

Há alguns protagonistas que tocam vários casos a serem julgados ou investigados pela Justiça. No centro da Operação Marquês está o ex-primeiro-ministro José Sócrates, mas também vários outras pessoas que já foram consideradas poderosas em Portugal.  

  • Assine já 1€/1 mês
  • 18
  • ...



A operação Marquês tem 17 de Março como novo prazo para uma conclusão. O tempo está a esgotar-se, não sem antes se aumentar a lista de arguidos. Os últimos foram Henrique Granadeiro e Zeinal Bava, que tornam o caso Portugal Telecom um dos alvos das investigações que envolvem o ex-primeiro-ministro José Sócrates que comentou esta inclusão com o que diz ser a necessidade do Ministério Público "encher" o que está "vazio".


Na operação Marquês são já vários os arguidos que estão ligados à antiga operadora de telecomunicações. Além do próprio ex-primeiro-ministro, Ricardo Salgado tornou-se arguido também neste processo por via das ligações à PT, que acabaram por incluir Henrique Granadeiro e Zeinal Bava também no leque de suspeitos. 

Um caso de ex-poderosos de Portugal. A operação Marquês  tornou, também, arguidos Hélder Bataglia, Armando Vara, Paulo Lalanda de Castro, Rui Horta e Costa. As investigações abrangem, segundo as informações que têm saído nos jornais, vários casos envolvendo o ex-primeiro-ministro. Se a PT é o elo que liga Sócrates, Salgado, Granadeiro, Bava e João Abrantes Serra - advogado que esteve envolvido no negócio da PT na Oi –, há outro elemento a juntar estes arguidos: Hélder Bataglia. 

O sócio de Salgado na Escom terá, segundo relataram Expresso ou Observador, feito um depoimento que levou a investigação a chamar no âmbito da Operação Marquês e a constitui-lo arguido. O Expresso dizia mesmo que Bataglia teria reforçado os indícios de culpabilidade do ex-primeiro-ministro ao dar informações que apontariam como motivo para a alegada corrupção de Sócrates vários processos que envolvem a Portugal Telecom, nomeadamente o chumbo à OPA da Sonae e, mais tarde, à venda da Vivo e entrada na Oi. Sócrates e Salgado recusam esse envolvimento. 

Bataglia é arguido nesta Operação Marquês, como o é no Monte Branco, onde partilha com Salgado o estatuto de arguido. O ex-presidente do BES é, ainda, arguido num outro processo - Universo Espírito Santo, onde o assunto PT estará também a ser investigado. 

Há, pois, um conjunto de ligações entre vários processos que o Negócios esquematizou. Estas informações foram recolhidas por artigos escritos nos vários jornais e tendo em conta os comunicados da Procuradoria-Geral da República que não respondeu a qualquer das perguntas feitas pelo Negócios. 

Ver comentários
Saber mais Ricardo Salgado Operação Marquês Zeinal Bava Henrique Granadeiro José Sócrates
Mais lidas
Outras Notícias