Justiça O arquiteto da destruição da Enron saiu da prisão ao fim de 12 anos

O arquiteto da destruição da Enron saiu da prisão ao fim de 12 anos

Jeffrey Skilling esteve mais tempo atrás das grades do que trabalhou na Enron, outrora uma gigante da energia que ele ajudou a reduzir a cinzas.
O arquiteto da destruição da Enron saiu da prisão ao fim de 12 anos
Bloomberg
Bloomberg 22 de fevereiro de 2019 às 20:27

Jeffrey Skilling foi libertado da prisão na quinta-feira, 21 de fevereiro, após 12 anos e dois meses de pena por fraude, conspiração e "insider trading" que contribuíram para o que na altura foi a maior falência na história dos EUA.

 

Durante a sua odisseia de 11 anos na Enron, Skilling e seus aliados, como Andrew Fastow, usaram instrumentos financeiros obscuros com nomes como Talon e JEDI que se revelaram bombas-relógio na superestrutura financeira da instituição. Depois da sua ascensão a CEO, no início de 2001,Skilling demitiu-se abruptamente em agosto desse mesmo ano. Não passaram quatro meses até a Enron apresentar o pedido de insolvência.

 

Skilling, agora com 65 anos, passou os últimos seis meses da sua pena em Houston, numa casa de reabilitação orientada para ajudar as pessoas a se reintegrarem na sociedade.




Marketing Automation certified by E-GOI