Américas Guaidó diz ter militares ao seu lado para pôr fim à “usurpação” de Maduro

Guaidó diz ter militares ao seu lado para pôr fim à “usurpação” de Maduro

Juan Guaidó terá reunido o apoio militar para tomar o poder. O auto-proclamado presidente da Venezuela diz que começou a “fase final” para pôr fim ao poder de Nicolas Maduro.
A carregar o vídeo ...
Negócios 30 de abril de 2019 às 12:15

Juan Guiadó apelou aos venezuelanos para que saiam à rua e se juntem às forças armadas, que decidiram juntar-se à luta para derrubar Nicolas Maduro. 

"As forças armadas nacionais tomaram a decisão certa, contam com o apoio do povo venezuelano", afirmou Juan Guaidó através de um vídeo publicado na sua conta de Twitter, onde surge ao lado de homens vestidos com uniformes militares.

"Povo da Venezuela iniciou-se o fim da usurpação. Neste momento encontro-me com as principais unidades militares da nossa Força Armada dando início à fase final da Operação Liberdade", salienta o político na sua conta.

 

"Povo da Venezuela vamos para a rua", incita Guiadó, salientando que é preciso "consolidar o fim da usurpação", acrescentou.
 

EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters Reuters Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters EPA / Reuters


"Povo da Venezuela, é necessário que saíamos juntos para a rua, apoiar as forças democráticas e recuperar a nossa liberdade", pode ler-se na sua conta do Twitter.

Juan Guaidó, autoproclamou-se presidente interino do país a 23 de janeiro. Com 35 anos, Juan Guaidó é também o presidente da Assembleia Nacional, cuja maioria pertence à oposição mas trata-se de um órgão que não é reconhecido por Nicolás Maduro.

Estará assim em curso um golpe de Estado na Venezuela, numa altura em que a crise económica e financeira do país se tem agravado. 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI