Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Coreia do Norte aceita encerrar unidade de testes de mísseis

Os líderes das duas Coreias acordaram inaugurar uma "era sem guerra" na península coreana. Para mostrar o compromisso norte-coreano, Kim Jong-un aceitou encerrar uma unidade-chave de testes e lançamento de mísseis e abre a porta ao desmantelamento do seu principal complexo nuclear.

Reuters
David Santiago dsantiago@negocios.pt 19 de Setembro de 2018 às 10:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O novo encontro entre os líderes da Coreia do Norte e da Coreia do Sul voltou a deixar boas indicações quanto a um futuro pacífico na península coreana. Em conferência de imprensa conjunta realizada esta quarta-feira, 19 de Setembro, em Pyongyang, capital norte-coreana.

Kim Jong-un, líder do regime ditatorial da Coreia do Norte, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, anunciaram a inauguração de uma "era sem guerra" na península coreana e acordaram "uma forma de alcançar a desnuclearização" da região, afirmou o líder de Seul em declarações citadas pela BBC. Já Kim Jong-un considera tratar-se de um "salto em frente" rumo à paz na península.  

Depois de em Abril passado os dois líderes terem, numa cimeira histórica que pôs fim a anos de distanciamento, anunciado um acordo para a "total desnuclearização" da península coreana, é agora dado novo passo rumo à normalização da relação entre os dois países.

Nesse sentido, o líder norte-coreano disse esperar viajar até Seul "no futuro próximo". A acontecer essa viagem, será a primeira ida de um líder norte-coreano à capital da vizinha do sul desde 1945, e o quarto encontro entre os dois líderes. O presidente Jae-in sugeriu que essa visita oficial decorra ainda em 2018. Haverá também conversações com vista à organização conjunta dos Jogos Olímpicos de 2032. Foi no evento das olimpíadas de Inverno, realizado no início do ano, que se iniciou o processo de aproximação entre as duas capitais.

Mostrando o comprometimento com um roteiro de paz para a região, Kim Jong-un revelou que Pyongyang procederá ao encerramento de uma unidade-chave de testes e lançamento de mísseis na presença de inspectores internacionais, acrescentando estar ainda disponível para desmantelar a principal unidade nuclear da Coreia do Norte, isto se os Estados Unidos procederem a medidas correspondentes.  

A desnuclearização, o fim dos testes com mísseis balísticos capazes de transportar ogivas nucleares e a criação de condições para a paz na região ficou também acordada, embora em termos genéricos e sem que tenha ficado qualquer roteiro nesse sentido, durante o encontro entre Kim Jong-un e o presidente norte-americano, Donald Trump, realizado em Junho último.

No entanto, as negociações entre Pyongyang e Washington não só não conheceram avanços significativos como aparentam estar bloqueadas.

Ver comentários
Saber mais Coreia do Sul Coreia do Norte Pyongyang Kim Jong-un Moon Jae-in Seul Jogos Olímpicos Donald Trump Estados Unidos
Mais lidas
Outras Notícias