Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carlos Carreiras estará “na primeira fila” se Passos Coelho voltar

O autarca de Cascais defende o regresso à política do antigo primeiro-ministro, que “pegou num país completamente falido”. Cinco anos após coordenar o partido nas autárquicas, o crítico de Rio diz ter a “consciência clara de que não correu bem”.

Negócios jng@negocios.pt 19 de Abril de 2021 às 10:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

Carlos Carreiras diz que "no dia em que Pedro Passos Coelho considere que deve voltar à política ativa, [estará] na primeira fila a dar-lhe apoio, até como reconhecimento da importância que teve ao pegar num país completamente falido".

 

Em entrevista ao DN, o presidente da Câmara de Cascais referiu que o ex-primeiro-ministro conseguiu "com grande mestria" recuperar o país. "Com muita dor, com decisões muito difíceis, que naturalmente tiveram de afetar muita gente, mas sempre salvaguardando que já não era uma questão de redistribuir a riqueza, era uma questão de atenuar o impacto na pobreza", resumiu.

Uma sondagem da Intercampus para o Negócios e CM/CMTV, realizada em janeiro, mostrou que o possível regresso de Passos Coelho divide os portugueses. 46,4% dizia não ver com bons olhos essa hipótese, sendo que, para essa franja da população, seria um líder pior do que Rui Rio, que ocupa atualmente o cargo.

Crítico da liderança de Rui Rio à frente dos social-democratas, Carlos Carreiras foi o coordenador autárquico em 2017, em que o partido teve um dos piores resultados de sempre. Volvidos cinco anos, diz ter a "consciência clara de que não correu bem" e antecipa que na corrida deste ano a covid-19 traz "uma dificuldade adicional porque os presidentes de Câmara que tiveram uma boa reação no combate à pandemia obviamente vão ter isso a seu favor".

 

Já sobre a atuação de Marcelo Rebelo de Sousa, o histórico social-democrata destacou que "não cabe ao Presidente da República ser o líder da oposição". "Acho que vai ser igual ao que foi no primeiro mandato. Qual é a variável que pode alterar esta situação? O comportamento do Governo, as decisões do Governo, as decisões da Assembleia da República", acrescentou nesta entrevista.

Ver comentários
Saber mais política PSD Passos Coelho Rui Rio Carlos Carreiras Cascais eleições autárquicas Marcelo Rebelo de Sousa
Outras Notícias