Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Costa afirma que Portugal está a crescer mais do que Alemanha, França e Espanha

Em matéria de crescimento económico, António Costa defendeu a tese de que nos 15 anos anteriores a 2015 o país cresceu em média 0,2%, enquanto nos últimos sete "cresceu em média 2%, ou seja, dez vezes mais".

Lusa_EPA
Lusa 25 de Novembro de 2022 às 23:32
O secretário-geral do PS apresentou hoje uma série de dados para sustentar que Portugal, no conjunto dos últimos sete anos, está a crescer mais do que França, Espanha e Alemanha, convergindo com a média da União Europeia.

Esta posição, que contraria a ideia de "Portugal carro vassoura" preconizada líder do PSD, Luís Montenegro, foi assumida por António Costa no encerramento da sessão evocativa de sete anos de governos socialistas por si liderados, que decorreu na Estação Fluvial do Terreiro do Paço, em Lisboa.

"Foram sete anos muito intensos, desde a ameaça de sanções contra Portugal, a necessidade de estabilização do sistema financeiro, sair do Procedimento por Défice Excessivo da União Europeia, enfrentar catástrofes naturais e uma pandemia, viver agora uma guerra e um ciclo de inflação como há 30 não se atravessava. Mas foram sete anos em que apresentámos resultados e deixámos marcas", começou por sustentar o primeiro-ministro.

Em matéria de crescimento económico, António Costa defendeu a tese de que nos 15 anos anteriores a 2015 o país cresceu em média 0,2%, enquanto nos últimos sete "cresceu em média 2%, ou seja, dez vezes mais".

Depois de assinalar que a taxa de desemprego baixou para menos de metade desde 2015 até ao presente, advogou que Portugal convergiu com a média da União Europeia em todos os anos dos seus governos, tirando o caso de 2020, quando o país teve o pico da pandemia da covid-19.

"Crescer acima da média significa aproximarmo-nos dos países mais desenvolvidos no quadro da União Europeia e, segundo a Comissão Europeia e as organizações internacionais, vamos continuar a crescer acima da média europeia em 2023 e em 2024. Quando crescemos acima da média europeia, nós aproximamo-nos mesmo dos países mais desenvolvidos, do pelotão da frente", observou.

De acordo com os dados apresentados por António Costa relativos ao PIB per capita, desde 2015, a distância de Portugal relativamente a França diminuiu 2,6 pontos percentuais.

"Relativamente à Alemanha diminuiu 3,8 pontos percentuais e face à Espanha diminuiu mesmo 7,1 pontos percentuais. Sim, nós estamos a crescer mais do que a Alemanha, a França e Espanha e é em relação a esses países que nos estamos a aproximar", disse, no final de um dia em que PSD, Iniciativa Liberal e Chega criticaram o executivo socialista pela perspetiva de Portugal ser em breve ultrapassado pela Roménia.
Ver comentários
Saber mais António Costa União Europeia Portugal Alemanha França Espanha política
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio