Política Novo secretário de Estado do Ambiente só na próxima semana, diz ministro

Novo secretário de Estado do Ambiente só na próxima semana, diz ministro

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse que só na próxima semana será conhecido o novo secretário de Estado do Ambiente e elogiou o trabalho de Carlos Martins, que hoje se demitiu do cargo.
Novo secretário de Estado do Ambiente só na próxima semana, diz ministro
Mário Cruz/Lusa
Lusa 04 de abril de 2019 às 20:21

O ainda secretário de Estado do Ambiente, que está fora do país, pediu esta quinta-feira a demissão, na sequência de ter sido divulgado que nomeara o primo, Armindo Alves, para adjunto do gabinete. Armindo Alves já se tinha demitido na quarta-feira.

 

Hoje, questionado pelos jornalistas no final de uma conferência sobre alterações climáticas promovida pela Ordem dos Engenheiros, o ministro (na foto) disse que a nomeação de um novo secretário de Estado "não vai ser nos próximos dias" e negou que a demissão de Carlos Martins possa beliscar o seu próprio cargo.

 

"Não vejo em quê. O secretário de Estado, de acordo com a lei, fez uma nomeação em 2016. É por demais evidente que nada lhe era exigido sequer, mas ele entendeu, por bem, e de forma generosa, não causar qualquer embaraço ao Governo ao manter-se na posição em que estava e decidiu demitir-se", o que aconteceu de forma rápida, disse João Pedro Matos Fernandes.

 

O ministro falou ainda do "excecional trabalho" de Carlos Martins, particularmente na definição de uma nova política para o abastecimento de água, para o ciclo urbano da água, e também dos resíduos, "numa perspetiva de economia circular, que este país não tinha".

 

Matos Fernandes já hoje tinha elogiado, em comunicado, o trabalho de Carlos Martins. O ministro reiterou que "não fazia a mais pequena ideia" da relação familiar e que tal nunca lhe pareceu relevante. "Nunca me meti nessas coisas em nenhuma nomeação de nenhum dos meus secretários de Estado", disse.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI