Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS e Bloco de Esquerda prometem comissão de inquérito ao Banif

Carlos César e Pedro Filipe Soares reagiram nas redes sociais à solução encontrada para o Banif e exigem a constituição de uma comissão parlamentar de inquérito ao processo que envolve o banco. E deixam críticas à gestão de PSD e CDS, que caracterizam de negligente.

Miguel Baltazar/Negócios
Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 21 de Dezembro de 2015 às 00:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

Vem aí uma nova comissão de inquérito a um banco português. Depois dos mediáticos inquéritos ao BPN e do BES, o Banif. A venda do banco ao Santander Totta, que rende 150 milhões de euros mas implica uma injecção de capital de 2.255 milhões de euros, a maior parte dos quais públicos, é o culminar de um "vergonhoso processo" que, de acordo com o líder parlamentar do Bloco de Esquerda, "não pode passar sem uma comissão parlamentar de inquérito".

 

Pedro Filipe Soares reagiu à solução anunciada por António Costa no Twitter.

 

Também Carlos César, líder parlamentar do PS, reagiu no Facebook à venda do Banif e à consequente capitalização da instituição, que assume ser a única solução possível embora seja também "fortemente lesiva do erário público e dos contribuintes". "O que aconteceu não pode ficar por aqui: vamos exigir um inquérito parlamentar a todo este processo", garantiu.

 

Segundo apurou o Negócios junto de fonte parlamentar, a solução que António Costa anunciou este domingo foi uma das que esteve em cima da mesa quando o primeiro-ministro chamou os partidos a São Bento, para discutir a situação do Banif. Porém, os valores da operação não tinham a grandeza que comunicou este domingo ao país.

 

O também presidente do PS acusa PSD, CDS e o Banco de Portugal de adiarem "com toda a irresponsabilidade e negligência a solução do problema do Banif", tal como já havia sucedido "com outros problemas que se foram acumulando". Apesar de "repetidamente prevenida", a ex-ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, "empurrou sempre o assunto para a frente para evitar enfrentá-lo antes de eleições" de 4 de Outubro.

Maria Luís Albuquerque agiu de forma "irresponsável", acusa César

 

No entender do socialista, "esta despesa teria sido evitável na sua dimensão se a ministra das Finanças anterior tivesse agido com competência e sentido de responsabilidade". Como não agiu, diz, será preciso "aprovar um orçamento rectificativo" para acomodar a injecção de 1.766 milhões de euros que o Estado terá de fazer.

 

Igualmente no Twitter, Pedro Filipe Soares acusa o Banco de Portugal de falta de independência. "O caso BES teve a gestão política para acontecer depois da saída da troika. O Banif foi para depois das eleições. Independência do BdP?", ironiza.

 

O PCP ainda não se pronunciou sobre o assunto. Segundo apurou o Negócios, ainda não há um acordo entre PS, Bloco e PCP para criar a comissão de inquérito, mas acredita-se que será fácil chegar a um entendimento.

Ver comentários
Saber mais Banif Parlamento Carlos César Pedro Filipe Soares Bloco de Esquerda PS
Mais lidas
Outras Notícias