Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Atena põe metade da Malo Clinic a funcionar no “novo normal”

A funcionar desde 16 de março apenas para cuidados de medicina dentária urgentes, a Malo vai retomar a realização de consultas e tratamentos a partir da próxima segunda-feira, 11 de maio, em sete das suas clínicas.

Sergio Lemos
Rui Neves ruineves@negocios.pt 07 de Maio de 2020 às 11:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Adquirida há cerca de um ano pela "private equity" Atena, após um perdão dos credores superior a 40 milhões de euros no quadro de um Processo Especial de Revitalização (PER), a Malo Clinic vai colocar metade da sua rede de 14 clínicas em Portugal a funcionar no que agora se chama "novo normal"

 

"A Malo Clinic vai alargar a sua atividade em Portugal para além dos cuidados de medicina dentária de emergência que prestava aos portugueses desde o início da situação de pandemia", avança a empresa, em comunicado.

 

Para já, estão em causa as suas clínicas de Lisboa, Porto, Coimbra, Alvor, Funchal, Leiria e Faro, onde será retomada, a partir da próxima segunda-feira, 11 de maio, a realização de consultas e tratamentos, "estando sujeita a marcação prévia e ao cumprimento de todos os protocolos de segurança previstos", ressalva a Malo Clinic

 

"Desde a primeira hora de escrutínio desta situação de pandemia que a Malo Clinic fez todos os investimentos para dotar as suas clínicas dos melhores e mais sofisticados equipamentos de proteção pessoal e as melhores práticas a nível nacional e internacional, o que permitiu assegurar serviços de urgência a todos os portugueses durante as últimas semanas e agora reabrir a atividade das consultas em sete das nossas clínicas, cobrindo todo o território nacional", afirma Carlos Moura Guedes, médico dentista e diretor nacional da Malo Clinic.

 

Entretanto, os "fortes protocolos de segurança seguidos durante as últimas semanas nos serviços de urgência serão estendidos às consultas que agora se reiniciam", garante a empresa, tais como "triagem telefónica com os pacientes para despiste de qualquer suspeita de covid-19 antes da realização da consulta; procedimentos de prevenção sanitária para todos à entrada nas clínicas, com controlo eletrónico de temperatura e disponibilização de equipamentos de proteção individual e de higienização, nomeadamente máscaras e coberturas para calçado; e barreiras físicas nas áreas de atendimento, evitando o contacto social e garantindo as distâncias de segurança".

Já os protocolos clínicos, que a Malo Clinic garante que "estão ainda mais robustecidos", incluem medidas como "normas de prevenção aplicáveis à equipa clínica e aos restantes colaboradores, com mudança de equipamentos de proteção e procedimentos de higienização antes, durante e após cada consulta; desinfeção e ventilação dos gabinetes entre cada consulta; limpeza das zonas de circulação e de apoio entre consultas ; e sinalização das zonas de circulação e de apoio".


"Os processos estão desenhados para evitar contacto entre pacientes, pelo que estaremos a funcionar apenas com parte da nossa capacidade, sendo recomendada a marcação com antecedência", frisa Nuno Andrade, COO da Malo Clinic.

"O alargamento da atividade de consultas das clínicas será realizado de forma progressiva, de forma a garantir a segurança de todos", remata a empresa.

Ver comentários
Saber mais malo clinic clínicas dentárias atena covid-19 pandemia
Mais lidas
Outras Notícias