Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Estados Unidos dizem ser ainda possível evitar tarifas sobre automóveis europeus

O secretário de Estado do Comércio, Wilbur Ross, admite que as conversações estão a correr bem.

Reuters
Negócios 03 de Novembro de 2019 às 15:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Os Estados Unidos da América admitem que poderão não avançar com as tarifas aos carros importados da União Europeia, depois de "boas conversações" com a indústria europeia, japonesa, entre outras, declarou o secretário de Estado do Comércio, Wilbur Ross.

Em maio, a Casa Branca concordou em adiar a aplicação de novas tarifas aos veículos e componentes automóveis importados durante seis meses, já que Washington iniciou negociações com a União Europeia e Japão. 

Mas enquanto o acordo com o Japão foi alcançado no mês passado, o que evitou a aplicação de taxas alfandegárias, com a União Europeia ainda não há entendimento, apesar de se aproximar o prazo para a sua aplicação.

"A nossa expectativa é que as negociações que estamos a ter com as companhias em termos individuais sobre os seus planos de investimento consigam dar frutos suficientes para que não se torne necessário por o ato 232 em vigor", declarou Ross à Bloomberg este domingo, 3 de novembro, referindo-se à investigação sob a secção 232 da lei comercial de 1962.

"Temos tido boas conversações com os nossos amigos europeus e com os nossos amigos japoneses, com os nossos amigos coreanos, e esses são os maiores produtores de automóveis", declarou, em Banguecoque.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias